Terceiro Domingo do Tempo Comum

Postado por: Maria Vani Gehlen Ramos

Compartilhe

O Senhor é minha luz e minha salvação, a quem temerei? Salmo 26(27), 1ª

A segundo leitura do apóstolo Paulo à comunidade de Coríntios 1,10-13,17  nos alerta, nos dias de hoje, que não haja discórdia entre nós e nem divisões. Viver em harmonia, no mesmo espírito e sentimento. Como é o nosso proceder? Acolhemos a todos, sem distinção? Sabemos ser acolhedores e fraternos?

O Evangelho de Jesus Cristo, segundo evangelista Mateus 4,12-23, o Senhor Jesus começa o seu ministério de pregação após ouvir em seu Batismo que Ele era o filho amado.  Depois de superar as tentações no deserto começa a sua missão. Acontece também a prisão de João Batista. Jesus sabe que chegou o momento de assumir publicamente a  sua missão de evangelização.  Jesus não só exorta, mas nos convida a segui-Lo para operar em nós a conversão. A conversão não é só mudar hábitos ou atitudes, mas deixar-se conduzir por Ele. “Surge uma aurora para quem está nas trevas”. A luz aparece nas trevas. A luz de Jesus que chega aos lugares mais distantes pode nos alcançar, estejamos nós  onde estivermos. O Reino de Deus está  próximo de nós porque Ele se encarnou e eliminou a distancia entre o céu e a terra.

Podemos dizer que somos convertidos? Podemos afirmar que somos seguidores de Jesus? O que precisamos mudar para alcançar a luz de Jesus?

Pensemos nisso.

Bom domingo na paz do Senhor Jesus,

 

Leia Também 3º Domingo do Tempo Comum. Que seja feita justiça no caso “Lula” “A verdade vos libertará” (João 8, 32) Absolver é dar um viva à imoralidade