Quarto Domingo do Tempo Comum

Postado por: Maria Vani Gehlen Ramos

Compartilhe
O) Evangelho deste final de semana, segundo evangelista Mateus 5,1-12a nos fala das Bem Aventuranças, nosso código de conduta como seguidores de Jesus Cristo e filhos diletos de Deus Nosso Senhor. 
Proclamados por Jesus no início de Sua missão, as bem-aventuranças são o retrato do maior dos bem-aventurados, o próprio Jesus. Elas definem em que consiste o Reino de Deus. O reino deste mundo está assentado na injustiça com seus reflexos: opressão, ganância, egoísmo, falta de paz. O Reino de Deus é formado por pessoas pobres, isto é, desapegados dos bens terrenos, O Reino de Deus exige a prática da justiça e a promoção da paz. Isto pode acarretar perseguições por parte daqueles que preferem manter um sistema corrupto e injusto. Nesta realidade, quem escolhe e abraça o Reino de Deus experimenta a verdadeira alegria, se empenha com ardor para o  cultivo do bem comum, podendo contar com a recompensa divina. 
Precisamos pensar: de que vale lutar contra o mal cheios de raiva? Só aumentamos os males. Hoje, mais do que nunca, temos motivo de rezar: "Jesus, manso e humilde de coração, fazei nosso coração semelhante ao vosso".
Como temos exercitado nossa paciência no transito, nas filas, na família e no trabalho?
Seguir o que dizem as Bem-Aventuranças é firmar  nossa conduta na paz, no amor, na esperança, na humildade e na justiça.
"Bem-aventurados os que tem um coração de pobre, porque deles é o Reino dos Céus". Mateus 5,3.
Desejo a todos um especial e santo Domingo, na paz do Senhor. 

Leia Também Quebra-molas são permitidos, “em casos especiais” Passo Fundo Futsal/Fasurgs/Zamil: uma grande equipe nos representou em 2017 A Taça Maldita! Eu só penso naquilo!