Alimentos que acidificam o sangue e aumentam o risco de doenças

Postado por: Jureci Machado

Compartilhe

Quando se trata de melhorar a qualidade do sangue, o que temos  que levar em consideração é no controle ácido –básico das  nossas células, o que pode ser influenciado pela nossa alimentação.

Esse controle ácido –básico é mediado  pelo PH sanguíneo . Quando o PH está em torno de 7,0 é considerado ideal, abaixo disso é ácido e acima alcalinizante.

O sangue quanto mais ácido mais “tóxico“, o que implica diretamente no aparecimento  de vários tipos de doenças: câncer, doenças cardiovasculares , doenças inflamatórias, artrite, hipertensão, diabetes mellitus ,  sobrepeso, entre outras.

Algumas situações podem facilitar essa acidificação:

Alimentação rica em açúcares, alimentos refinados, carne vermelha e suína, produtos industrializados, álcool, gordura do tipo trans, sal, entre outros.

Além desses, fatores relacionados com o estilo de vida: como sedentarismo, stress, cultivo de certas emoções como raiva podem também influenciar nesse processo.

Por outro lado, podemos minimizar esse problema incluindo alimentos que normalizam o PH , inluindo: frutas e verduras orgânicos por serem fontes de minerais e vitaminais alcalinizam o sangue, e não há comparação no poder que o limão tem. Sua atuação alcalinizante ocorre logo após a ingestão.

 Por isso, recomenda-se a ingestão de suco de limão com água em jejum para ativar os mecanismos de alcalinização do organismo.

Aliar, alimentação regrada com exercícios físicos, muita água e poucos alimentos industrializados favorecem para melhoria do PH do sangue consequentemente melhora da circulação, e ativação do metabolismo.

Quanto mais ácido o sangue for mais doenças aparecerá.

Leia Também Precisamos ser competitivos Alimentação durante o tratamento da infecção urinária Estado falha e municípios pagam a conta da saúde O cão, o trigo e o Fusca