Ministro do STF mantém nomeação de Moreira Franco para a Secretaria-Geral

Compartilhe
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello decidiu hoje manter a nomeação do ministro Moreira Franco para a Secretaria-Geral da Presidência da República. Mello é relator de dois mandados de segurança nos quais a Rede Sustentabilidade e o PSOL questionaram a indicação.

Na decisão, Mello entendeu que a nomeação de alguém para o cargo de ministro do Estado não pode ser encarado como um fato de obstrução da Justiça. O ministro também destacou que a prerrogativa de foro privilegiado é uma consequência da nomeação.

A decisão do ministro do STF coloca fim à guerra de liminares na Justiça Federal contra a ida de Moreira Franco para a secretaria com status de ministério. Na semana passada, houve três liminares que cassaram a indicação e outras três que liberaram a posse. Uma delas, porém, do Tribunal Regional Federal do Rio de Janeiro, mantinha Moreira Franco no cargo, mas sem foro privilegiado.

O ministro é citado na Operação Lava Jato. Ontem, o presidente Michel Temer defendeu a permanência do ministro na Secretaria-Geral e prometeu eventuais integrantes do governo que virarem réus na investigação.


Leia Também Sancionado projeto que aumenta pena para roubos com uso de explosivos PF pede transferência de Lula para unidade prisional Sindicalista se manifesta sobre a polêmica da Havan Lula entra com recursos em instâncias superiores sobre o caso triplex