STF nega liberdade para Eduardo Cunha

Compartilhe

O Supremo Tribunal Federal (STF) negou nesta quarta-feira (15) um pedido de liberdade apresentado pela defesa do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
Seguindo recomendação do novo relator da Operação Lava Jato na Corte, Edson Fachin, e por 8 votos a 1, a maioria dos ministros resolveu mantê-lo na prisão em Curitiba (PR). O único voto a favor de conceder liberdade a Cunha foi do ministro Marco Aurélio Mello.


Leia Também Terremoto deixa ao menos 3 mortos e centenas de feridos no Japão Frio permanece: segunda-feira será gelada em todo o RS RS amanhece com mínimas negativas neste sábado Jovem morre após sofrer descarga elétrica em celular carregando