Pichação é coisa de desocupado

Postado por: Ronaldo Rosa

Compartilhe

Dia desses, passando por um dos mais belos prédios do centro da cidade, observei uma senhora esfregando a parede, para apagar uma pichação que havia sido feita. Dizia, “Hipócritas vão se Fude”. Primeiro que a falta de respeito com a sociedade, de quem escreveu isto fica mais que comprovada pelas palavras, pessoa sem noção, sem consideração, quem sabe até inconsciente e que provavelmente fez isto sob efeito de álcool ou droga. Hoje temos belos exemplos de grafite em Passo Fundo, que pode ser considerado uma obra de arte e a evolução da pichação. Então essa galera que sai escrevendo bobagem por aí, em patrimônios públicos e provados, precisa se ligar, que essa rebeldia está fora de moda, não faz sentido, além de ser crime. Os próprios parentes e amigos devem dar um toque para esta gente. Se o camarada está tão desocupado assim, podia pegar uma enxada e “carpir um lote”, mas claro que não, isso é perfil de quem não quer saber de trabalho.

 

A volta do trânsito que mata

A partir desta semana o trânsito de Passo Fundo ganha um incremento considerável de veículos. Isso em virtude da volta as aulas e do término das férias da maioria dos Trabalhadores. Temos 125 mil veículos, emplacados no município e por ser capital regional, a cidade recebe diariamente outros milhares deles. Este assunto foi pauta do programa Frente e Verso de sábado pela Planalto. Pela participação dos ouvintes ficou claro que precisamos sim de melhorias e obras no nosso trânsito, mas precisamos muito mais de educação e conscientização. Não adianta grande obras de trânsito, se o pensamento de muitos motoristas e pedestres continuar pequeno, como constatamos em várias situações do dia a dia. O trânsito na nossa cidade mata, por isso é coisa muito séria. No ano passado 07 pessoas perderam a vida no perímetro urbano, a última morte foi no dia 31 de dezembro, quando uma mulher distraída, pelos fogos de artifícios que coloriam o céu, na virada do ano, invadiu a rua e foi atropelada por um carro. Nesta morte a falta de atenção foi de ambas as partes, então por mais que se fale de trânsito, que se chame a atenção, nunca é suficiente, todos precisamos estar permanentemente alertas.

 

Torcedores dão show no Vermelhão da Serra

Estive no estádio neste domingo assistindo o Passo Fundo jogar contra o Internacional. Grande partida, que terminou empatada, mas com quatro gols, que é o que a torcedor gosta de ver. A organização do evento foi sensacional. A Brigada Militar e a Guarda de Trânsito estão de parabéns. Segurança e organização que serve de exemplo para outras cidades do interior do Estado. Além disto, a torcida foi um show à parte. Claro que sempre tem as exceções, mas a maioria se comportou bem e respeitou o espetáculo. Passo Fundo merece isto e começa a resgatar sua história gloriosa no futebol gaúcho.

 

Dizem por aí.... Que a área azul, de estacionamento pago, será ampliada em Paso Fundo, principalmente na Avenida Presidente Vargas. Será verdade?

Leia Também O bom samaritano Um projeto para o Brasil Reforma da Previdência: cofre aberto Ambição derrotada