De grão em grão

Compartilhe

Olhando para nossa sociedade, onde sabemos o preço de tudo, mas não sabemos o valor de nada, volvemos para o passado e para os verdadeiros valores do gaúcho, para o verdadeiro intuito das entidades tradicionalistas que perpassa gerações formando cidadãos de bem. Notamos uma grande decadência nos princípios, tanto éticos quanto morais e isso são frutos, muitas vezes da ambiguidade das pessoas que procuram somente poder.

No tradicionalismo, em sua maioria, vemos grande parte das pessoas e suas ideias serem sufocadas e oprimidas por alguns que somente buscam prêmios e que preferem alimentar o próprio ego ao bem comum. Precisamos relembrar e trazer de volta os projetos sociais para nossas entidades, assim reafirmando o primeiro artigo da nossa carta magna, a Carta de Princípios, que diz: “I - Auxiliar o Estado na solução dos seus problemas fundamentais e na conquista do bem coletivo”.

Com o “trabalho de formiguinha” podemos ir muito mais longe, se cada um fizer sua parte, estaremos de grão em grão semeando nossa cultura para que tenhamos ela viva durante muito tempo e para que as futuras gerações possam seguir unidas dentro de um mesmo meio, dentro do mesmo ambiente, fazendo com que todos tenham orgulho de “fazer o bem, sem olhar a quem”, praticando a parábola do “bom samaritano”.

Seguindo na linha tênue entre fazer o bem e estar bem, devemos conscientizar todas as famílias e todos os tradicionalistas, que podemos fazer o bem para muitas pessoas, que com os projetos sociais podemos ter um grande alcance, levando a cultura para os que, infelizmente, não têm a oportunidade de conhecer nossa cultura, sem esperar resultados e sem focar em ganhos para o hoje, pois como uma semente, que é preciso plantar e bem cuidar, para no futuro germinar, podemos plantar a semente da tradição e colher uma grande quantidade de “soldados” que estarão de pé para a defesa do nosso Rio Grande do Sul. 

Leia Também O problema da instrução Nosso comportamento é resultado daquilo que ingerimos, pensamos e praticamos Pesquisa busca técnicas internacionais para construção de ciclovias Sustentabilidade e tendências fiscais