Mulheres não ficam mais caladas

Postado por: Ronaldo Rosa

Compartilhe

No programa Frente e Verso de sábado, pela Rádio Planalto, a violência doméstica esteve em discussão. Sem dúvida, os tempos são outros, as vítimas de violência não ficam mais caladas e procuram a polícia para denunciar. Antigamente muitas mulheres, por medo ou por vergonha deixavam por isso mesmo e aceitavam a humilhação de apanhar do companheiro. O delegado Gilberto, que responde pela Delegacia da Mulher, garante que os mecanismos a disposição estão funcionando e hoje a mulher tem recursos para dar um basta nesta situação. Portanto, na Semana da Mulher é importante fazer este registro. Não podemos mais admitir a violência doméstica é preciso encorajar quem ainda aceita viver nesta situação.


Reforma de previdência é uma incógnita

O tema nacional do momento é a reforma da previdência. Todos os deputados estão apresentando ideias e emendas ao projeto do Governo, porém muitas iniciativas alteram totalmente o objetivo da proposta, que resumidamente visa garantir mais contribuições e menos aposentadorias. Vai dar muita discussão, antes de qualquer votação é quase impossível prever como vai ficar a lei. Não temos muitas opções, ou o trabalhador contribui mais tempo para se aposentar ou o Governo vai aumentar impostos, para garantir os pagamentos no futuro, ou seja, não será bom para o povo, de um jeito ou de outro.

Policiais militares retornam aos seus postos

Com o fim do veraneio, Passo Fundo está recebendo de volta os policiais que foram participar de operações no litoral. Sabemos que existe carência de recursos humanos para se atender toda a demanda. A criminalidade tem aumentado, inclusive se diversificando, mesmo assim é preciso que o policiamento esteja mais visível a população, os próprios criminosos se inibem com a presença da polícia e somente por isso muitos crimes deixam de acontecer. A própria questão da baderna, gritaria e beberagem nas ruas da cidade poderia ser controlada se a polícia estivesse mais presente. Quem sabe agora com o efetivo reposto o trabalho preventivo possa ser incrementado. As pessoas de bem, agradecem.  

 

O mundo com os olhos na região

Começou mais uma edição da Expodireto, em Não Me Toque. Mesmo quem não é ligado ao agronegócio é impactado por este grande evento, que atrai público de todo o país e até do exterior. A agricultura é o coração da nossa economia, se vai bem, todos somos beneficiados, com geração de emprego e renda, por isso a importância que este evento alcance o maior sucesso possível.

 

Dizem por aí.... Que após a Expodireto, onde vai lançar uma máquina revolucionária, a Semeato vai começar a pagar o que deve para os trabalhadores. Será verdade?

 

 

Leia Também Mentira desmascarada Linda ou ridícula? Muito obrigado Dom Urbano! O respeito à propriedade alheia