Seguindo os passos do meu pai

Postado por: Júlio César de Medeiro

Compartilhe

Olá! Hoje trazemos a história da vida do nosso amigo Fabio Piazza junto aos Fuscas. Confira este emocionante relato e as belas fotos de um raro exemplar 1957.

Hoje posso dizer que tenho um carinho muito grande pelo Fusca, mas nem sempre foi assim.  Meu pai, Albino Piazza, atualmente com 85 anos, foi proprietário de uns vinte e cinco fuscas ao longo de sua vida. Quando eu era pequeno não simpatizava muito com o carro, pois os pais de meus amigos tinham outros veículos mais modernos como Passat, Corcel, Opala e outros.  Argumentava com meu pai mas ele dizia que era somente o Fusca que resistia às estradas de chão batido e esburacadas da época.

Aos dezoito anos comprei meu primeiro carro, obviamente um Fusca. Era azul claro, motor 1500, ano 1975.  Adquiri com valores obtidos com a venda de um “jurássico” vídeo cassete, complementado com minhas economias de assalariado. Logo guardei mais dinheiro e troquei por um modelo mais novo, ano 1981, cor azul escuro, com motor de 1600 cilindradas.

Os anos foram passando, casei e as prioridades mudaram, exigindo um carro maior para atender as necessidades da família, deixando de lado minha paixão.

Após o nascimento de meu filho Eduardo, com a vida mais estável, decidi procurar um exemplar antigo, recordando que meu pai teve um Fusca Alemão ano 1954.  A procura durou vários anos e em 2011 encontrei meu atual Fusca.  Trata-se de um Sedan Alemão, modelo Oval Window, ano 1957, motor 1200, originalmente com a transmissão conhecida como “caixa seca” e o sistema elétrico de 6 volts, transformado para 12 volts. Com a aquisição do besouro, associei-me no Passo Fundo Fusca Clube, onde procuro participar ativamente dos encontros semanais e eventos realizados em outras cidades.

Meu sonho, no entanto, começou a ser plenamente realizado recentemente, quando iniciei uma restauração mais minuciosa do meu Fusca, após cinco anos economizando e adquirindo peças.

Essa paixão é difícil explicar, mas o mais importante são as amizades que conquistamos ao longo dos anos, nesse meio.

Leia Também Ascensão do Senhor Delações, invasões, desocupações e manifestações Não matarás Estamos no auge da sujeira ou no início da limpeza?