Funcionários da Prefeitura em polvorosa com a proposta de reajuste

Postado por: Ronaldo Rosa

Compartilhe
Nesta semana iniciaram as negociações entre sindicato e o prefeito Luciano, para a reposição salarial. Momento difícil para se falar em aumento, mesmo que seja justo, mas o comprometimento do município com gastos com pessoal e a escassez de recursos requer cautela de ambos os lados. A receita da prefeitura foi incrementada com o pagamento do IPTU e IPVA, porém é preciso guardar, senão lá por julho, agosto, corre o risco de não ter nem para pagar servidores e muito menos para investimentos, afinal a prefeitura precisa atender toda a população e suas necessidades em áreas primordiais, como saúde, educação e obras.


Não existe estacionamento totalmente privativo

Muitos proprietários de empreendimentos em Passo Fundo tomaram conta da fachada dos seus estabelecimentos, fizeram rebaixamento do meio fio e só permitem que clientes estacionem ali. Sou favorável a incentivar os empreendedores de nossa cidade, mas também não é assim, precisamos entender que vivemos em sociedade, tem que respeitar os pedestres e a área de estacionamento na rua. O Plano Diretor é bem claro, não existe estacionamento 100% privativo, o que pode no máximo é 50%. Se o empreendedor quiser ocupar toda a área da frente da sua empresa, tudo bem, mas não tem o direito de proibir que a metade da área sirva de estacionamento para não clientes. Vamos ser justos, a cidade é de todos.


Segue a ronha entre polícia e justiça

Nestes dias que estou cobrindo o setor policial, na programação da Rádio Planalto, tenho constatado que segue o desencontro entre a polícia e a justiça. Os policiais ficam indignados de efetuar prisão de acusados de crime, em flagrante, e depois a justiça não homologar, com o acusado sendo solto em poucas horas. Situação difícil, pois desestimula a polícia, aumenta a sensação de impunidade e prejudica o sistema de segurança. A justiça com certeza solta por razões que encontra na lei e as vezes até é mais branda, diante da situação prisional do nosso Estado. De qualquer forma, isso não é bom e as pessoas de bem ficam cada vez mais exposta e sem proteção.


Paralisação resulta em mais prejuízos ainda

Olha, respeito as categorias de trabalhadores que decidiram paralisar, contra a Reforma da Previdência que tramita em Brasília. Não tenho propriedade para falar sobre a reforma, mas sei que tem pontos ruins, porém outros nem tanto assim. É legítima a preocupação, mas sinceramente não sei o que uma paralisação em Passo Fundo vai influenciar nas autoridades do Governo Central. As paralisações no meu entender mais prejudicam a sociedade do que resolver alguma coisa, mas esta tem sido a principal estratégia dos sindicatos, tomara que eu esteja enganado.



Dizem por aí...Que mesmo com a transferência do BOE para Porto Alegre, não sentiremos falta de policiamento em Passo Fundo. Será verdade?

Leia Também Curiosidades sobre o Fusca Como fica o Congresso após a aprovação da Reforma da Previdência? Com sapato ou sem sapato O bom samaritano