3º Domingo da Quaresma

Postado por: Maria Vani Gehlen Ramos

Compartilhe
Tempo de Quaresma: conversão e penitência. Ainda temos tempo para rever nossa caminhada de seguidores que dizemos ser de Cristo Jesus. Como estamos vivendo? O que precisamos mudar, retomar  para o caminho certo? Do que precisamos nos abster para voltar ao convívio do Senhor? 
Neste domingo, com o Evangelho de Jesus Cristo, segundo o evangelista João 4,5-42 nos deparamos com a samaritana que buscava água num poço e Jesus se aproxima e pede que lhe dê de beber porque tinha sede. Ela também lhe pede da água de Jesus. 
Duas águas, duas maneiras de ser: água do poço: parada, não se renova, fica embaixo (no fundo). Simboliza as pessoas fechadas em si mesmas, difíceis, egoístas. A água da fonte (Jesus), jorra, nasce e se renova. São as pessoas que transmitem paz, solidariedade, sabedoria, fé e alegria. São aquelas que saciam a sede dos outros, e nunca se esvaziam. 
Qual é a categoria da água que pertencemos? Pensemos nisso?
A sede que temos de Jesus, nos leva a saciedade e provoca em nós uma "fonte de água viva que jorra para a vida eterna".
Temos tido sede pela água da vida que Jesus nos tem a oferecer?
Buscamos levar esta água da vida, aos irmãos e irmãs no dia a dia?



Leia Também A ciência como ferramenta para a sabedoria Quebra-molas são permitidos, “em casos especiais” Passo Fundo Futsal/Fasurgs/Zamil: uma grande equipe nos representou em 2017 A Taça Maldita!