Passo Fundo: um time em busca de personalidade!

Postado por: Luiz Carlos Carvalho

Compartilhe
O Esporte Clube Passo Fundo deixou de fazer valer a força do Estádio Vermelhão da Serra. Há muitos anos, esse era o diferencial para as grandes conquistas e para as jornadas de recuperação.
No Campeonato Gaúcho de 2017, em quatro partidas realizadas não chegou a uma vitória sequer. Isso é campanha abaixo do que se poderia esperar, mas confiamos até o fim, enquanto existir um mínimo de possibilidade de escapar.
É esperar que o time jogue a partir de agora o que não jogou até aqui.  Depois da vitória em Erechim, se esperava uma campanha de recuperação, mas nada disso se verificou. Em duas partidas, até houve o ressurgimento da esperança. Contra o Internacional, no empate por 2x2, e até mesmo na derrota para o Juventude. Lá em Caxias do Sul merecia um resultado melhor, mas não foi competente nas finalizações.
O Passo Fundo desse domingo diante do Cruzeiro preocupou enormemente os torcedores. Foi uma equipe sem personalidade, que em nenhum momento chegou a impor maiores preocupações ao adversário bem armado pelo técnico Ben Hur Pereira. A única expectativa de gol foi o arremate que acertou o travessão.
Historicamente, sou um otimista. Já acompanhei o Passo Fundo sair de situações praticamente irreversíveis, como foi a subida para a Divisão Especial em 2012. Porém, na oportunidade havia a confiança do poder de decisão de alguns jogadores. A direção também tem trabalhado incansavelmente, ao lado da comissão técnica.  Que Leocir possa ser feliz na montagem do time para enfrentar o Veranópolis já nesta quarta-feira!
Quanto ao futuro, há que pensar na questão do futebol o ano inteiro. Colocar um time para ver se vai dar certo em uma competição muito rápida é sempre um risco. Fazer um time no segundo semestre para se começar a montar a base é indispensável. Assim foram as melhores campanhas da história do tricolor. O custo de disputar a Copinha é extremamente inferior ao que se pode lucrar disputando o Gauchão.

Até a próxima! Vamos confiar até o fim.
Sejam felizes, vocês merecem!

Leia Também A ciência como ferramenta para a sabedoria Quebra-molas são permitidos, “em casos especiais” Passo Fundo Futsal/Fasurgs/Zamil: uma grande equipe nos representou em 2017 A Taça Maldita!