Nomofobia (vício em celular)

Postado por: Caroline Garcia Silva

Compartilhe

A Nomofobia é caracterizada pelo medo irracional de permanecer isolado e desconectado do mundo virtual.

Com o aumento da velocidade de circulação da informação também influi na percepção do tempo. O imediatismo acaba sendo expresso através da tela do celular, pois a demora em não se responder uma mensagem, acaba gerando uma situação de insegurança, de um grande desconforto.

As convivências presenciais, acabaram dando lugar, a supervalorizar os relacionamentos e as atividades online.

Os principais sintomas da nomofobia são a sensação de vazio existencial, angústia, desespero, irritabilidade, baixa autoestima, rejeição e também problemas físicos, como dores na coluna, torcicolo, lesão por esforço repetitivo, tremores, insônia, náusea, estresse, sudorese, tensão muscular, ressecamento de retina e perda auditiva.

É importante que haja uma atenção especial com as crianças e adolescentes para se evitar danos e prejuízos no desenvolvimento do cérebro, comprometendo a atenção e o foco.

A limitação do tempo de uso é a melhor forma de se vir evitar a Nomofobia. Outra forma é vir a reconhecer o problema e buscar uma solução. A pessoa deverá ser encaminhada para acompanhamento psicológico e quando mais grave, para um (a) psiquiatra, para que haja uma ajuda medicamentosa, para o controle da ansiedade.

Leia Também Falecimento de titular de firma individual causa a extinção da execução fiscal Treinamento psicológico e o efeito no grupo A ciência como ferramenta para a sabedoria Quebra-molas são permitidos, “em casos especiais”