Os Fuscas fantasmas

Postado por: Júlio César de Medeiro

Compartilhe

A maioria dos admiradores dos Fuscas sabe que em 1986 foi encerrada, pela primeira vez, no Brasil, a produção do besouro.

Depois de mais de três milhões e trezentos mil Fuscas terem sido fabricados, o último passou pela linha de montagem em São Bernardo do Campo em 31 de outubro de 1986, para a tristeza de milhares de brasileiros.

Mas, como tudo que envolve o Fusca no Brasil e no mundo sempre tem uma história pitoresca, o fim do Fusca em 1986 também guarda um fato muito interessante. Após o fim oficial da produção em outubro de 1986, contrariando tudo o que se sabia até pouco tempo atrás, descobriu-se que mais cinco Fuscas foram fabricados, como modelo 1987. Cinco Fuscas fantasmas, por assim dizer.

Pouco ou quase nada se sabe de concreto sobre esses cinco carros. Primeiro, que provavelmente foram montados manualmente, pois a linha de montagem automatizada foi desmontada na medida que o último fusca 1986 ia sendo montado. Depois, que receberam numeração de chassi exclusiva, de 11ZHP000001 A 11ZHP000005, conforme consta em uma tabela de época da VW (confira as fotos da matéria). Também não se tem certeza da razão pela qual mais cinco (ou somente cinco) Fuscas teriam sido montados após o término oficial da produção. Contudo, expecula-se que foram feitos sob encomenda para os cinco maiores diretores da fábrica. Mas, tudo é muito vago e toda e qualquer afirmação pode ser desmentida a qualquer momento, seja por novas evidências ou pela própria VW, que nunca se pronunciou sobre o caso.

O fato de terem sido montadas apenas cinco unidades, sob circunstâncias estranhas, após o término oficial da produção do carro, com numeração de chassi exclusiva, bem como todo o mistério que encobre o caso, faz desses cinco carros exemplares raríssimos e de preço incalculável.

Dos cinco Fuscas modelo 1987, dois foram encontrados e estão inteiros e rodando. Não apresentam nenhuma característica especial que os diferencie dos demais Fuscas 1986. Somente através da numeração do chassi foi possível identificar estes dois fantasmas.

Os outros três modelos 1987 desapareceram sem deixar vestígios. Nenhum documento, nenhuma foto, nada. Simplesmente sumiram.

Será que chegaram a deixar a fábrica? Poderiam ter permanecido guardados em acervos ou coleções particulares por todo este tempo sem terem sido descobertos? Ou foram desmontados e mandados para a sucata como um Fusca qualquer depois de um acidente?

Provavelmente nunca saberemos. Mas um dos Fuscas fantasma de 1987 pode estar ali na garagem do seu vizinho. Ou no galpão do tio do seu amigo. Quem sabe?

Um agradecimento especial ao amigo André Chun, de Munique, na Alemanha, que cedeu as fotos de hoje e aos amigos do GFI – Grupo do Fusca Itamar – pela parceria.

 

Leia Também Eu não acho que um professor deva ganhar bem - Parte II Empreendimentos sujeitos ao Licenciamento Ambiental O Fusca mais potente já fabricado pela VW A reforma política e a intervenção militar