Papa chega a Milão e visita famílias na periferia

Compartilhe
O Santo Padre deixou o Vaticano, na manhã desse sábado (25/3), às 7h10 (hora local), e se dirigiu ao aeroporto romano de Fiumicino, para mais uma Viagem Pastoral: a visita à cidade de Milão.

Milão, capital da região da Lombardia, no norte da Itália, a segunda maior do país, tem uma população de cerca de um milhão e meio de habitantes. A capital lombarda é cosmopolita: quase 14% da população é de origem estrangeira. A cidade continua sendo um dos principais centros industriais da Europa; sua economia é uma das mais ricas do mundo e uma das mais caras também, além de ser classificada como uma das mais poderosas e influentes.Milão é conhecida mundialmente como a capital do design e da moda, e tem um rico patrimônio cultural e religioso. 

 A Arquidiocese é dirigida pelo Cardeal-arcebispo Angelo Scola. A Sé da cidade de Milão tem a famosa Catedral ou “Duomo” dedicada a Santa Maria Nascente. A arquidiocese, com suas 1.108 paróquias, é uma das mais extensas do mundo. Seu Padroeiro é Santo Ambrósio, que foi Bispo da cidade de 374 até 397.


Fonte: Rádio Vaticano

Leia Também Assembleia da CNBB: divulgada nota sobre as eleições 2018 Padre Ivanir Rampon fala à Planalto sobre a missão na Coordenação Arquidiocesana de Pastoral Assembleia da CNBB: bispos discutem o Sínodo da Amazônia CNBB: Diretrizes Gerais da Ação da Igreja serão revistas