Exposição celebra a história das Jornadas Literárias

Compartilhe

Acompanhar as transformações do mundo, sem esquecer o passado. A principal característica das Jornadas Literárias se transformou em tema de exposição. A mostra, que pode ser conferida na entrada do prédio da Reitoria da Universidade de Passo Fundo (UPF), faz parte do projeto Jornadas em Ação e foi criada a partir de acervo, mostrando ao público os cartazes e alguns dos materiais de divulgação da Jornada Nacional de Literatura e da Jornadinha Nacional de Literatura. 

De acordo com a coordenadora do curso de Artes Visuais e organizadora da exposição, Mariane Loch Sbeghen, a ideia foi criar uma espécie de lançamento das Jornadas para a academia. “É como se a gente já estivesse realizando a festa da Jornada dentro da UPF”, disse. 

A exposição também marca o início de um circuito que acontecerá a partir de agora até outubro, quando serão realizadas as edições deste ano das Jornadas Literárias. “A ideia foi dar um pontapé inicial para as atividades da Jornada, respeitando o passado e iniciando essa caminhada até outubro”, destacou a professora. 

Quem quiser visitar e conhecer o acervo tem até a metade do mês de abril. Depois disso, ele segue como um projeto itinerante e deve passar por vários espaços da cidade. 

Ilustradores franceses
Também como um pontapé inicial para as atividades deste ano das Jornadas, está disponível ao público, na Sala de Artes Laura Borges Felizardo, na Faculdade de Artes e Comunicação (FAC), a exposição Ilustradores Franceses. 
A exposição fez parte da programação da 13a Jornada Nacional de Literatura, em 2009, como projeto oficial das comemorações do Ano da França no Brasil. A diversidade de linguagens, estilos e traços dos ilustradores franceses encantou os participantes e hoje integra o acervo do projeto Jornadas em Ação.

Créditos: Assessoria UPF

Leia Também Confira o gabarito do Vestibular da UPF Vestibular de Verão UPF registra abstenção de 6,21% Presidente Nacional da OAB recebe medalha da Universidade de Passo Fundo “Oliver - O espetáculo continua”