Se TSE não “pipocar”, Temer baila também

Postado por: Ronaldo Rosa

Compartilhe

Contas de luz menos “salgadas”

Nos meses de abril e maio o consumidor terá devolvido na conta de luz, valores cobrados a mais em 2016. Não é um desconto, mesmo assim da para comemorar o alívio que haverá nas contas, pois é raro devolverem para o povo cobranças indevidas, sempre dão um jeito de ficar com o que não é deles. Mais ainda, anunciaram que vem corrigido. Difícil de acreditar mesmo, mas é verdade.


Covardia com trabalhadores terceirizados

Num período onde as terceirizações ganham força na prestação do serviço público, preocupa a forma covarde e ilegal que agem algumas empresas. Essas empresas atrasam salários, deixam de cumprir direitos trabalhistas, praticamente obrigando o trabalhador a entrar na justiça. Quando ele faz isto, automaticamente vai para uma lista de impedimento e quando essa empresa voltar a ganhar uma nova licitação, essa pessoa se estiver trabalhando é demitida e se estiver desempregada e procurar uma oportunidade neste contrata, recebe um belo não. Claro que as terceirizada não irão dizer que não contratam esse ou aquele, por ter entrado na justiça, mas fica claro que esta é a razão. Além de covardia é crime, por isso precisa ser denunciado, pois, se comprovado da uma bela indenização pelo menos por danos morais.


Se TSE não “pipocar”, Temer baila também

O TSE deve impugnar nos próximos dias a chapa Dilma/Temer, devido ao abuso de poder econômico na campanha de 2015. O dinheiro ilícito, que serviu para pagar propinas veio da Petrobrás, conforme investigação da Lava Jato. Sou Fora Dilma e Fora Temer e fora políticos desta linhagem, ladrões, corruptos e enganadores. Mas não adianta apenas ser feito justiça, o eleitor precisa acordar e parar de vota nesta gente, que busca o poder para enriquecer a si próprio, seus familiares e seguidores.

 

Má vontade em todos os setores públicos

Estamos reféns de servidores públicos que se enxergam acima do bem e do mal, como os peritos do IML, que deixam uma família por horas esperando uma simples liberação de um corpo. Não da para aceitar, precisamos nos indignar. O mesmo acontece com médicos e policiais de “plantão”, que não gostam de ser incomodados no trabalho, afinal precisam dormir. É uma piada, desrespeito com o cidadão. Esse servidor público, que se acha tão bom assim, deveria buscar outro trabalho, ao invés de ficar fazendo corpo mole e reclamando do salário.

 

Dizem por aí... Que neste ano a linha preferencial para ônibus, em Passo Fundo, sai do papel. Será verdade?

Leia Também O bom samaritano Um projeto para o Brasil Reforma da Previdência: cofre aberto Ambição derrotada