Maconha a passos largos para a legalização

Postado por: Ronaldo Rosa

Compartilhe

Jornalista agredida por senador

A notícia que a colega Janice Machado foi agredida pelo seu esposo, o senador Lasier Martins, é assustadora. Não interessa saber as razões que tenham levado a este tipo de reação, mas é exemplo que este tipo de coisa pode acontecer com qualquer um. O Lasier, como comentarista da RBS, fez na sua carreira, dezenas de manifestações repudiando a violência contra a mulher, me lembro de alguns inclusive. É aquele velho ditado, “faz o que eu falo e não faz o que eu faço”. Este fato é apenas mais um, pois todos os dias mulheres apenham de homens no Brasil, mas quando o autor é um senador da república é ainda mais vergonhoso.

 

Maconha a passos largos para a legalização

A polêmica com relação ao uso da maconha está perdendo força. No Uruguai já está liberado, agora a Argentina está liberado e, em breve no Brasil também será realidade, a pressão é grande neste sentido. A desculpa é que seria para uso medicinal, porém na prática vai liberar mesmo para usar como bem entender. Se atualmente, que não é permitido no nosso país, quase não existe represália, imagine se afrouxarem mais ainda a legislação. Sabemos que diante de tantas drogas poderosas que existem no mundo, a maconha não faz tanto estrago assim, mais não deixa de ser uma porta de entrada, por isso liberar é ferir a sociedade, que sofrerá as consequências negativas desta decisão.

 

Descriminalização do aborto

Em decisão inédita o STF, principal corte do Brasil, sinaliza que o aborto pode ser realizado até o terceiro mês de gravides, sem ser considerado crime. Que tema mais complicado esse, pois de um jeito ou de outra a vida está em jogo, seja da criança, impedida de nascer, seja da mãe, que morre muitas vezes ao fazer o procedimento em clinicas clandestino. Descriminalizar poderia trazer mais segurança no caso de necessidade, mas vai contra os princípios cristãos, contra a vontade de Deus e, mesmo que não seja crime na terra, é um pecado, que será julgado em outro plano.

 

Como vai ficar a presidência da república

No programa Frente e Verso, deste sábado pela Planalto, estará em debate o cargo de presidente da república. Não acredito que o TSE terá peito de impugnar a chapa Dilma/Temer, mas se isto acontecer, quem assumirá as rédeas do país. Assume o segundo colocado, Aécio Neves? O presidente do Congresso?  Intervenção militar ou nova eleição? O que é melhor para o Brasil neste momento? Ligue! Participe e dê a sua opinião. O programa vai ao ar das 10 às 11 horas.


Dizem por aí... Que depois da maconha e do aborto, será a vez do jogo do bicho ser legalizado. Será verdade?

 

 

Leia Também Curiosidades sobre o Fusca Como fica o Congresso após a aprovação da Reforma da Previdência? Com sapato ou sem sapato O bom samaritano