Encontro reúne catequistas da Arquidiocese

Compartilhe
O Encontro de Catequistas da Arquidiocese de Passo Fundo, que aconteceu nesta semana, na Casa de Retiros, refletiu essas três palavras através de momentos de integração, formação e aprendizado. A atividade, que dá início aos trabalhos da Catequese, foi acompanhada pelo arcebispo dom Rodolfo Luís Weber e, também, por parte dos padres das paróquias. 

Iniciação à Vida Cristã como prioridade
Uma das urgências apresentadas pelo 17º Plano Arquidiocesano da Ação Evangelizadora, a Iniciação à Vida Cristã está diretamente relacionada com a Catequese e, por isso, foi bastante trabalhada durante o encontro. "É preciso experimentar aquilo que se reflete na iniciação cristã", inciou o arcebispo que comentou, também, da necessidade de vivenciar aquilo que se busca orientar na catequese. 

Ainda, dom Rodolfo colocou que é preciso ter presente a dimensão viva da Palavra. "Não podemos perder a força da Palavra", destacou e acrescentou, ainda, que é preciso estar em comunhão com Deus. "Aqui, vamos buscar o encontro com a Palavra de Deus e deixar que Ele fale conosco e nós falemos com ele. Toda ação pastoral é possível quando nos deixamos conduzir pelo Espírito Santo e ele - que inspirou a Palavra Sagrada - é o grande agente de formação. O trabalho na Catequese deve ser um processo de descoberta e assimilação. É aprendizagem e é preciso avançar. O trabalho é essencialmente vivencial e o sentimento é muito importante - não o sentimentalismo.", concluiu.

Coordenação
Também, durante o encontro, a Arquidiocese apresentou às áreas pastorais a nova coordenadora, Mirte Santina, formada em Teologia pela Itepa Faculdades. Ela substitui a Irmã Nilva Brugnera que, depois de 8 anos dedicados ao serviço assumiu uma nova missão em Goiás. Para Mirte, o novo trabalho é um desafio. "Sempre assumi com amor. O que quero dizer é que sozinha não posso fazer nada. O ministério exercemos em conjunto, no todo, na ajuda, no planejamento em comum. Me sinto desafiada, mas sei que posso contar com todos os catequistas. Vamos adiante. Me sinto realizada em dedicar amor a esse trabalho", encerrou.

Créditos: Sammara Garbelotto
Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Passo Fundo


Leia Também Igreja faz reflexão sobre a vida e a fé do brasileiro afrodescendente Igreja faz reflexão sobre a vida e a fé do brasieliro afrodescendente “Virtudes” é o tema da 8ª edição do calendário da APAE Presbíteros refletem sobre o cuidado de si mesmo em São Leopoldo