O BOE não vai embora!

Postado por: Dilerman Zanchet

Compartilhe

Quando a falta de visão de uma pessoa que, de certa forma, é envolvida com a comunidade e dela se faz aproveitar para aparece, tudo o que se pode esperar desta pessoa é o que, em muitas vezes, ela realmente faz: Nada. Aliás, faz sim: Coloca seus interesses pessoais acima dos interesses da comunidade e não mede esforços para isso. Nem que precise mentir. Isso é corriqueiro.

Quando foi anunciado no rádio de que o Batalhão de Operações Especiais estava sendo transferido de Passo Fundo, há alguns dias, a população foi surpreendida. Até porque, anteriormente, a notícia era de que o BOE ficaria em Porto Alegre por cerca de quatro meses, conforme determinação da Secretaria de Segurança, a fim de fortalecer a guarda na Capital, que sofre os maiores índices de violência da história.

Neste momento, não vi manifestação pública de autoridades passo-fundenses, tampouco mobilização, como o foi em Santa Maria. Aqui as referidas autoridades preferem a maquiagem dos fatos à realidade vivida.

E daí aproveitar-se de uma notícia que já mexia com a população local para tirar proveito não é nada legal, em meu entendimento.

Claro, a mídia está aí. Os holofotes brilharam. E a mentira durou pouco.

E sabem por que surgiu isso? Porque o governo do Estado não é do partido de onde surgiram os boatos. São contrários. São do tanto pior, melhor.

O BOE está para Passo Fundo como Passo Fundo está para o BOE. Conversei pessoalmente com alguns integrantes do batalhão que, embora não satisfeitos pelo fato de ficarem algum tempo longe da família, estão recebendo diárias e horas extras pelo deslocamento, que vai durar mais alguns meses.

Mas, daí, a terem que transferir seus familiares para a Capital, é mentira.

As autoridades, que realmente devem falar sobre isso, o fizeram, negando a transferência.

Te cuida, amigo leitor, quando leres ou ouvires certas pessoas, que nunca e nada fizeram pela comunidade, surgirem pelos microfones ou redações de jornais, dizendo coisas inverídicas. Te cuida com os aproveitadores de plantão. Te cuida com os que aparecem só nas horas ruins ou em vésperas de eleição.

 

Leia Também 33º Domingo do Tempo Comum. O Enart, de novo! A importância de ter uma recepcionista/secretária preparada em seu consultório. Feito é melhor que perfeito