Funrural: STF virou um “puchadinho” do Planalto

Compartilhe

O advogado do Sindicato Rural de Passo Fundo, Neri Perin, que atua em Brasília, disse que o STF virou um “puchadinho” do Palácio do Planalto. A crítica foi feita devido a decisão que estabeleceu a cobrança do Funrural para produtores rurais que tem empregados. Segundo Perin, ministros que ficaram uma década dando decisões contrárias à cobrança, mudaram de decisão para atender o anseio do governo federal que quer aumentar a arrecadação. Com a decisão, todas as liminares em favor de produtores, caem, e a cobrança do fundo de 2,1% sobre as vendas fica estabelecida. Para o advogado, será necessário um movimento nacional em Brasília para pressionar os deputados federais a aprovarem um projeto de lei do deputado Luiz Carlos Heinz que acaba com essa cobrança. Os produtores alegam bi tributação. Eles pagam o Funrural e mesmo assim precisam pagar um carnê em separado para a previdência e ainda recolher os impostos previdenciários sobre a folha dos funcionários.  

Leia Também Prefeitura de Água Santa auxilia na tosquia de ovelhas RS entre os estados com maior uso de sementes piratas RS formaliza pedido de auditoria para certificado de zona livre de aftosa sem vacinação Apassul contesta o comércio de sementes piratas