Domingo de Ramos

Postado por: Maria Vani Gehlen Ramos

Compartilhe
Termina o tempo quaresmal e começa a semana santa com a solenidade do domingo de ramos.
O Evangelho de Jesus Cristo, segundo evangelista Mateus 26,14-27,66 narra a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém para seu confronto final com os poderosos daquele tempo. Fiel aos planos do Pai, Jesus é vítima de uma sociedade que o rejeita. Vem como um homem simples, humilde e pacífico, montado num burrinho. Salvará o povo com a sua própria vida. Jesus é aclamado como um rei, que traz justiça e paz. Este mesmo povo que grita: "Hosana ao Filho de Davi" gritará "crucifica-O" quando de sua paixão e morte.
Porque Judas traiu Jesus? Ele nega o seu Mestre depois de ter participado da última ceia e mesmo assim Jesus não desiste dele. Da mesma forma é conosco. Deus nunca desiste de nenhum de nós. Apesar de nossas fraquezas e falsidades sempre encontramos a misericórdia e o infinito amor de Deus. 
Jesus nos convida a caminhar com Ele rumo a Jerusalém. mesmo com aqueles que ainda não o reconhecem como o Messias. 
Qual seria o grito dos brasileiros, nos acontecimentos de hoje ao verem Jesus entrando em suas cidades? Por certo seria um grito uníssono; "Salva-nos Senhor Jesus das injustiças, das desigualdades, das exclusões, da falta de saúde. da falta de trabalho, da falta de ética, da falta de partilha, da falta de amor, uns para com os outros  e por fim, da falta de governantes honestos e dignos."
Estamos dispostos a seguir com Jesus a Jerusalém e morrer com Ele em prol da paz e da igualdade para todos?
Nossos ramos bentos nas celebrações deste domingo  serão o símbolo do triunfo de Jesus sobre a morte. Nossas casas os conservam com muito carinho e devoção. 
"GLÓRIA AO FILHO DE DAVI e a todos os que se dedicam para a edificação do Reino de Deus".

Leia Também Quebra-molas são permitidos, “em casos especiais” Passo Fundo Futsal/Fasurgs/Zamil: uma grande equipe nos representou em 2017 A Taça Maldita! Eu só penso naquilo!