Agorafobia

Postado por: Caroline Garcia Silva

Compartilhe

É um transtorno de ansiedade muito comum nos quadros de Síndrome do Pânico e refere-se ao medo de andar nas ruas, dificuldade de sair sozinho de casa, dificuldade de ir a certos lugares como mercados ou cinema, pois sente forte apreensão difícil de compreender e muitas vezes surge a necessidade de ter alguém ao lado para lhe dar segurança. As pessoas com fobias entendem e sabem que seu medo é excessivo ou inadequado, mas farão o que for necessário para evitar o objeto ou situação.

Os medos da Agorafobia mais comuns são: estar longe de casa ou de pessoas que deem segurança; andar de carro, ônibus, trem, metrô ou avião; locais fechados e lotados; situações nas quais a saída seja difícil acesso, como congestionamentos, estádios, ocupar o banco de trás de um carro; fila de banco; túneis; passarelas; pontes; elevadores; viajar; ruas cheias; feiras, etc.

A sensação de quando a pessoa está em crise é de que está enlouquecendo. Tudo isso devido a Agorafobia sofrida em uma situação anterior e associada ao pânico. O que determina qual será o local, ou os locais que serão evitados são os acontecimentos já vividos ou de ideias pré-concebidas no que se refere a estes locais.

Quando a pessoa começa a perceber que sua vida está tendo prejuízos, quando há sofrimento psíquico ou quando ela deixa de praticar suas rotinas diárias. É aconselhável procurar psicoterapia para tratamento da Agorafobia, os medicamentos por sua vez oferecem proteção apenas enquanto estão sendo tomados.

Leia Também 25º Domingo do Tempo Comum. Municípios devem participar do censo SUAS O político honesto e seu Fusca. Uma incrível história real. Sabedoria