Fóruns discutirão culturas do milho e trigo

Compartilhe
Um dos setores produtivos que mais se destaca no Brasil e que tem expressiva participação na economia do país é o do agronegócio. E é pensando em levar informação, alternativas, tecnologia e oportunidades de negócios para essa área, que a Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Agronegócio (Acisa) de Passo Fundo e o Sindicato Rural de Passo Fundo, através de uma parceria com o Canal Rural, realizam, no dia 18 de abril, uma programação voltada para debater questões sobre as culturas do milho e do trigo. As atividades serão no centro de eventos da Universidade de Passo Fundo (UPF), a partir das 8h30min.

Pela manhã acontece o Fórum Mais Milho, com a temática “Como produzir mais milho e ter garantias na hora de comercializar?”. Estarão entre os debatedores o Ministro da Agricultura, Neri Geller, Alysson Paolinelli, da Abramilho, Ariel Mendes, da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), e o deputado federal, Alceu Moreira. Ainda, haverá palestra com o analista Rafael Ribeiro, sobre tendência de preço para o mercado de milho.

Durante a tarde, o debate será sobre estratégias para a cultura do trigo e terá como convidados o diretor geral e secretário substituto da Secretaria Estadual de Agricultura, André Petry, o presidente da comissão do trigo da Farsul, Hamilton Jardim, Edeon Vaz, representante da Aprosoja, Jean Cirino, da Apassul, o engenheiro agrônomo Dirceu Gassen e o produtor rural Rodolfo Arns.


O evento é gratuito e as inscrições podem ser feitas pelo link http://bit.ly/2oR1KAB. Toda a programação será transmitida ao vivo pelo Canal Rural para todo o Brasil.

 

Finagro

Os debates do dia 18 serão também o lançamento da Finagro, Feira Internacional do Agronegócio, que será realizada em 2018 pela Acisa e Sindicato Rural. “Este é primeiro passo para retomar os eventos de agronegócio em Passo Fundo, uma cidade que se destaca muito nesse setor”, afirma o presidente da Acisa, Lamar Lakis, ao destacar que no município “nós temos um enorme horizonte de crescimento, de busca de produtividade, sustentabilidade. Tudo isso é importante para que a gente some o resultado da agricultura, da pecuária, dando reflexo no comércio, na indústria e nos serviços”.


Leia Também Dia de Campo de Integração Lavoura-pecuária-floresta Inicia concurso de fotografia da Cotrijal Governo não está isentando produtores de pagamento de impostos Países europeus afetados por escândalo dos ovos contaminados