Óleo de cozinha usado. O que fazer?

Postado por: Manoela Cielo

Compartilhe

Os óleos são formados por substâncias insolúveis. Existem diferentes tipos de óleos sendo que nenhum deles pode ser destinado pelos ralos, pias,  bueiros ou guia da calçada, para evitar que os encanamentos sejam danificados e que a água e o solo sejam contaminados. Segundo estudos,  50 mg de óleo provocam a poluição de mais de 25 mil litros de água.

A caixa de gordura presente no encanamento das residências, feita geralmente de concreto ou plástico PVC é responsável por armazenar toda a gordura proveniente das pias. Quando ocorre o descarte incorreto do óleo pela pia, ocorre o entupimento dos encanamentos e o acúmulo de gordura nessa caixa. Já o que não fica armazenado na caixa de gordura chega até a rede de esgoto doméstico e a partir dai o óleo pode seguir para uma Estação de Tratamento – ETE, ou para o recurso hídrico.

Para chegar até uma ETE o óleo é misturado com outros resíduos por uma rede coletora, danificando o fluxo do esgoto que iria para essa ETE. Ou seja, descartando o óleo de maneira incorreta, você não só prejudica o encanamento de sua residência, como toda uma estrutura necessária e responsável pelo tratamento do esgoto da sua cidade, podendo causar refluxo do esgoto para outras residências.

Segundo o Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA), os limites para lançamento de óleos vegetais e gorduras animais em corpos hídricos receptores de esgoto (efluente) são permitidos até 50 miligramas por litro (mg/L). A partir daí o impacto causado pela poluição é bastante alto, poluindo os recursos hídricos, diminuindo o nível de oxigênio dissolvido na água, causando morte de exemplares da fauna aquática.

Então o que deve ser feito para descartar o óleo corretamente? Através de um simples hábito que é o de armazenar todo o óleo usado para frituras em garrafas PET. Usando um funil isso é bem simples de fazer, lembrando que a garrafa deve ser bem fechada para evitar vazamentos. Esses óleos podem ficar em um local isolado de crianças e animais domésticos até que sejam destinados a algum ponto de coleta do óleo de cozinha na cidade, ou até mesmo para quem faz sabão. O mesmo é também utilizado na indústria para a produção de biodiesel, tintas a óleo e outros. 

Leia Também O poder da Educação Ambiental Hoje é o Dia Mundial do Fusca! Preocupações com a juventude! Não existe tempo ruim, só roupa inadequada