MST invade sedes do Incra e Ministério da Fazenda na capital

Compartilhe

Centenas de trabalhadores rurais sem terra invadiram na madrugada desta segunda-feira (17) os pátios do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e do Ministério da Fazenda em Porto Alegre. As ocupações fazem parte da Jornada Nacional de Lutas pela Reforma Agrária, também conhecida como Abril Vermelho, período em que o MST realiza mobilizações em todo o país para reivindicar, principalmente, a democratização do acesso à terra.

Os sem terra também protestam contra a Medida Provisória 759, do Governo Michel Temer, que altera a legislação fundiária e os procedimentos para a efetivação da reforma agrária no Brasil. Segundo o MST, na prática, a MP resulta na privatização dos lotes e na paralisação da reforma agrária, uma vez que trata da titulação dos assentamentos e na municipalização do processo de desconcentração fundiária, atribuindo aos municípios a função de vistoria e desapropriação de terra.

Os manifestantes pedem ainda mais recursos para a assistência técnica, considerada fundamental para estimular a produção de alimentos, especialmente sem o uso de agrotóxicos. Além disso, os assentados reivindicam infraestrutura, com mais projetos para a construção de moradias, abertura de estradas para escoamento da produção e circulação do transporte escolar, e implantação de redes de água. Eles ainda exigem a liberação de créditos iniciais para que as famílias tenham condições de fortalecer a produção de alimentos saudáveis nos assentamentos, além de protestarem contra as reformas previdenciária e trabalhista.


Fonte: Rádio Guaíba / Foto: MST

Leia Também Multas aplicadas por agente de trânsito são questionadas e condenam a prefeitura Temer publica portaria que dificulta comprovação de trabalho escravo Sementes Webber apresentaram novas cultivares de trigo Vídeos de Funaro abrem nova crise entre Maia e Temer