Onde está a criatividade na sua vida?

Postado por: Jéssica Limberger

Compartilhe

Dias atrás, uma amiga me disse que cada vez que lia meus textos, ficava pensando de onde eu tirava tanta inspiração. Em outra ocasião, outra amiga me sugeriu que eu escrevesse sobre o processo criativo. Eis a proposta do texto de hoje: refletir sobre como a criatividade faz parte do nosso cotidiano e como ela pode trazer mais felicidade para nossas vidas.

Talvez muitas pessoas acreditem que ser criativo é coisa de artista, de quem é pintor, cantor ou poeta. Entretanto, você já parou para pensar naqueles momentos em que teve novas ideias ou encontrou alguma solução criativa para algum problema? Pois bem, a criatividade tem a ver com isso: encontrar novas formas de ver, entender e fazer. Também podemos usar a criatividade para resolver problemas. Quando somos criativos, olhamos para vários ângulos, percebendo que existem diferentes possibilidades para a mesma questão.

Para ser criativo, é necessário estar atento aos sinais do cotidiano que podem servir de inspiração?. Se pararmos para pensar, não faltam oportunidades para termos ideias criativas. Afinal, muitos de nós passamos a maior parte do tempo diante de estímulos, seja nas conversas com amigos ou colegas de trabalho, seja na internet ou na televisão… Talvez esse seja o ponto: saber lidar com tantas informações, filtrando o necessário do desnecessário, de maneira que estejamos conectados com o momento presente. Quando estamos vivendo o aqui e agora, sem sofrer com o passado e sem se preocupar em excesso com o futuro, vivemos o presente com mais intensidade e criamos novas conexões em nosso cérebro. Ao nos conectarmos com o presente, percebemos nele as inspirações que conduzem à nossa criatividade, seja nos momentos de lazer ou nos momentos de trabalho.

A criatividade também exige esforço e treino. Acho interessante pensar que o processo criativo é principalmente ativo. Não basta ter uma “inspiração”; é necessário exercitar a criatividade. Você pode ter uma ideia brilhante de plantar flores em vasos para embelezar o seu apartamento ou a sua casa. Essa pode ser uma inovação, uma ideia criativa para o seu lar, que depende da sua ação para ser concretizada.

Se estivermos falando de “colocar a mão na massa”, estamos falando de esforço. Sim, a criatividade exige esforço e persistência para que seja aperfeiçoada. Independente das áreas em que buscamos exercer nossa criatividade, seja escrevendo um texto, tocando um instrumento ou preparando uma receita, vamos aprimorando nossas habilidades. Quando colocamos nossa criatividade em prática e ficamos satisfeitos com o resultado, motivamo-nos para seguirmos tendo ideias criativas. Assim, a felicidade se torna mais presente, pois ficamos satisfeitos com a nossa capacidade de criar algo.

Assim como a criatividade, a felicidade é um processo, ela é construída dia após dia. Não podemos ser criativos o tempo inteiro, tampouco sermos felizes o tempo inteiro. Assim, é importante valorizarmos nossas experiências positivas e também compreendermos as experiências negativas, percebendo que elas fazem parte das nossas vidas e aprendendo com elas.

Lembra que iniciei o texto falando sobre como surgiu a ideia de escrevê-lo? Pois bem, para que esse texto que você está lendo existisse, lembrei-me das falas das duas amigas, usei a minha criatividade para organizar o texto de maneira que fosse atrativo, revisei, pedi sugestões para colegas e agora ele chega até você. Que esse texto, escrito em um processo criativo, contribua para novos momentos de criatividade na sua vida!

 

Leia Também Demitido por vender vacina da gripe A Como saber se estou correndo rápido? Acordo prevê ações de sustentabilidade na administração pública Ernestina – sempre foi Dona Ernestina