Morre Irmã Miria Kolling, cantora e colaboradora da CNBB

Compartilhe

Irmã Marlise Hendges, Diretora Geral da Congregação das Irmãs do Imaculado Coração de Maria, comunicou na tarde desta sexta-feira, 5 de maio, o falecimento da Irmã Miria Teresinha Kolling. “A sua morte nos pegou de surpresa e a levou de nós tão rapidamente. Neste momento de dor e consternação, só nos cabe pedir a Deus que a ilumine e lhe dê o repouso eterno, e que Deus dê conforto aos seus familiares, à sua Comunidade, a todas as pessoas que amam Irmã Miria, para que possam enfrentar esta imensurável dor com fé e com serenidade”, disse a Diretora.

“A vida prá quem acredita, não é passageira ilusão, e a morte se torna bendita, porque é nossa libertação”, diz uma das canções compostas por Ir. Miria. Outra lembra que: “Os olhos jamais contemplaram, ninguém pode explicar, o que Deus tem preparado àquele que em vida o amar”. Ir, Marlise recordou esses trechos para dizer como a Ir. Miria, por meio de sua música, consolava quem perdia entes queridos.

Na quinta-feira, rodou pelas redes sociais e uma mensagem de agradecimento que ela gravou se dirigindo a todos os amigos que rezavam por ela durante o tempo que ela se encontrava enferma, disse que estava sendo tratada por verdadeiros anjos no hospital e cantou: “em tuas mãos, em tuas mãos, Senhor, sempre em tuas mãos!”.

Irmã Miria Therezinha Kolling, segundo as informações da Diretora Geral da Congregação, foi Religiosa por 57 anos na Congregação do Imaculado Coração de Maria. “Nascida em Dois Irmãos, Rio Grande do Sul – Brasil, desde cedo aprendeu na família a amar e cultivar a música. Na Congregação teve oportunidade de aprofundar seus estudos musicais. Como compositora de música litúrgica e religiosa, conhecida sobretudo pelas de Missas e cantos litúrgicos, para as Celebrações. Além de cantos para a catequese e evangelização, compôs mais de 600 músicas, em geral com letra e música de sua autoria”.

Velório e sepultamento
O velório será realizado durante o sábado (06) no Educandário São José do Belém, situado à Rua Belém, 129, bairro Belenzinho, São Paulo/SP. A Missa de Corpo Presente será na Igreja Matriz de São José do Belém, seguido de sepultamento no domingo, ainda sem horário definido.

Leia Também Faleceu o padre Leopoldo Santinon Santuário de Fátima celebra neste domingo dia de São João Paulo II Romaria dos Ciclistas é neste domingo em Passo Fundo Sábado com Assembleia Arquidiocesana de Pastoral