Novo Hamburgo campeão com vários ex-integrantes do Passo Fundo

Postado por: Luiz Carlos Carvalho

Compartilhe
Olá, amigos internautas!
O interior voltou a vencer o Campeonato Gaúcho de Futebol. Repetindo o que tinha alcançado diante do Grêmio, neste domingo o Novo Hamburgo empatou em 1x1 no tempo normal e derrotou o Internacional na cobrança de pênaltis, para festa de sua torcida no Estádio Centenário, em Caxias do Sul.
É premiado um trabalho da diretoria, comissão técnica e jogadores sem um montante considerável de recursos, uma vez que no começo havia a preocupação em não ocorrer a queda para a Divisão de Acesso. Ao final, uma renda expressiva é assegurada, garantindo o pagamento das contas, premiação e projeção para a sequência do trabalho.
No elenco campeão estavam vários ex-jogadores do Passo Fundo - o goleiro Mateus, o zagueiro Júlio Santos, o volante amaral e ainda os atacantes João Paulo e Branquinho. Além disso, estava no comando técnico o treinador Beto Campos, que há pouco tempo esteve no Vermelhão da Serra. Há que se destacar esse aspecto, com a valorização desses profissionais que abrem importantes portas no mercado.
Como bem conhecemos a realidade do futebol do interior, é muito difícil manter os atletas, bem como a comissão técnica. Há uma justa valorização e o Novo Hamburgo terá que se reestruturar, porém com a certeza de que a taça está no armário. Trata-se de um feito para marcar para sempre a história do clube.
O Internacional, através de sua direção, soube reconhecer a competência do trabalho do clube anilado e presidente colorado fez questão de cumprimentar os campeões, assim como os torcedores presentes no Centenário. O time do Beira-Rio entrou em campo com toda a angústia em relação às condições de dificuldade de seu goleiro Danilo Fernandes, ainda em fase de recuperação. Porém, uma das apostas do técnico Antônio Carlos, Ernando, acabou se tornando peça decisiva do insucesso, marcando um gol contra. Como o grupo está recebendo reforços e o Internacional deverá evoluir, fica bem nítido, e os torcedores irão cobrar, de que algumas peças precisam sair e procurar novos horizontes para a sequência da carreira.

PERIQUITO:  O Gaúcho chegou ao seu quinto empate na Segunda Divisão, sendo o quarto seguido dentro da BSBIOS Arena. Enfrentou no sábado o PRS e ficou nos 3x3. Esteve três vezes em vantagem, acabando por sofrer um gol nos acréscimos. O adversário precisa ser destacado, pois cresceu na competição, estando bem diferente daquele que colecionou insucessos nas primeiras rodadas. A decisão da vaga fica para a próxima quarta-feira. Com 8 pontos, o Gaúcho irá enfrentar o Nova Prata, na Serra. 
Como o adversário está com apenas 2 pontos, um empate já servirá para o Periquito encaminhar sua presença na próxima etapa. 

FUTSAL:  O Passo Fundo Futsal/Fasurgs/Zamil teve dois tempos distintos nesse sábado e acabou sofrendo a primeira derrota na Série Prata. Jogando em Santa Cruz do Sul, perdeu para a Assaf por 5x3.  A equipe passo-fundense esteve duas vezes à frente no marcador, mas acabou cedendo o empate, indo para o intervalo com igualdade de 2x2. Na etapa final, porém,  os mandantes cresceram e avançaram no marcador. Quando já estava com o goleiro-linha, a agremiação passo-fundense sofreu o quinto gol. 
Mas, faz parte. É começo de campeonato e os resultados positivos e negativos poderão se alternar. Trata-se de uma competição que deve ser bastante equilibrada. Entretanto, o fator local precisa ser muito bem aproveitado e valorizado, com a presença dos torcedores. No próximo sábado, no Ginásio Capingui, o adversário será o Alvorada, reforçado do campeão mundial Yárley, que retorna as suas origens, nas quadras.

Até a próxima! Sejam felizes, vocês merecem!

Leia Também A ciência como ferramenta para a sabedoria Quebra-molas são permitidos, “em casos especiais” Passo Fundo Futsal/Fasurgs/Zamil: uma grande equipe nos representou em 2017 A Taça Maldita!