Propriedades do pinhão

Postado por: Jureci Machado

Compartilhe

No Rio Grande do Sul, o inverno é época típica de comer um pinhão na chapa no calor de um fogão a lenha e chimarrão.

Muitos têm dúvida, se o pinhão engorda, se é nutritivo e quanto é permitido comer?

Poucos sabem, mas esta semente é fonte de fibras, proteínas, carboidratos e de minerais importantes como o potássio, o cálcio, o ferro e o zinco. As fibras contidas são aliadas do funcionamento saudável do intestino. Essa característica nutricional contribui para o controle do colesterol, e melhorando a circulação. O potássio, nutriente importante do alimento, é conhecido como um vasodilatador, uma vez que ele contribui para o aumento do diâmetro das artérias, o sangue passa a circular com mais facilidade no organismo, reduzindo, dessa forma, a pressão arterial. Consequentemente, ambos os nutrientes ajudam a evitar doenças cardiovasculares. A quantidade de carboidratos contidos garante maior saciedade e estimula o equilíbrio intestinal, recuperando a flora bacteriana e melhorando o sistema imunológico.

Como todo alimento, é necessário consumir de forma equilibrada, a recomendação é ingerir 100 g por dia (10 unidades), o equivalente a 174 kcal. O pinhão pode fazer parte da alimentação de qualquer pessoa, sem restrição de idade, desde que seja seguida a recomendação diária de consumo. Além disso, pode ser consumido cozido, na forma de farinha, assado, ou como massa em algumas preparações.

No Rio Grande do Sul, o inverno é época típica de comer um pinhão na chapa no calor de um fogão a lenha e chimarrão.

Muitos têm dúvida, se o pinhão engorda, se é nutritivo e quanto é permitido comer?

Poucos sabem, mas esta semente é fonte de fibras, proteínas, carboidratos e de minerais importantes como o potássio, o cálcio, o ferro e o zinco. As fibras contidas são aliadas do funcionamento saudável do intestino. Essa característica nutricional contribui para o controle do colesterol, e melhorando a circulação. O potássio, nutriente importante do alimento, é conhecido como um vasodilatador, uma vez que ele contribui para o aumento do diâmetro das artérias, o sangue passa a circular com mais facilidade no organismo, reduzindo, dessa forma, a pressão arterial. Consequentemente, ambos os nutrientes ajudam a evitar doenças cardiovasculares. A quantidade de carboidratos contidos garante maior saciedade e estimula o equilíbrio intestinal, recuperando a flora bacteriana e melhorando o sistema imunológico.

Como todo alimento, é necessário consumir de forma equilibrada, a recomendação é ingerir 100 g por dia (10 unidades), o equivalente a 174 kcal. O pinhão pode fazer parte da alimentação de qualquer pessoa, sem restrição de idade, desde que seja seguida a recomendação diária de consumo. Além disso, pode ser consumido cozido, na forma de farinha, assado, ou como massa em algumas preparações.

Leia Também Reconhecer o erro, pedir perdão, sinal de grandeza! O Mecanismo! Pace Sistema elétrico do Fusca