Convênio permite alavancar Projeto Rio Passo Fundo

Compartilhe
O documento que permite o início oficial das ações desenvolvidas pelo Projeto “Rio Passo Fundo: patrimônio paisagístico, natural, ambiental, histórico-cultural, econômico e político”, realizado pelo Museu de Artes Visuais Ruth Schneider (MAVRS) com o apoio do Museu Histórico Regional (MHR) e do Museu Zoobotânico Augusto Ruschi (Muzar), ligados à Universidade de Passo Fundo (UPF), será assinado nesta terça-feira, na Sala de Reuniões da Reitoria.
O convênio entre a Fundação Universidade de Passo Fundo (FUPF) e a Caixa Federal garante o investimento de R$ 300 mil, provenientes do programa da Caixa Econômica Federal de Apoio ao Patrimônio Cultural Brasileiro 2017/2018. O valor será aplicado em exposições e em expedições e na construção de um banco de dados, os quais, integrados, permitirão que a comunidade tenha acesso e conhecimento sobre todas as informações que compreendem a Bacia Hidrográfica do Rio Passo Fundo.
Com o envolvimento dos 30 municípios pertencentes à Bacia e, ainda, de entidades como o Comitê Rio Passo Fundo, Grupo Ecológico Sentinela dos Pampas, Agenda 21, Projeto Navegar e Batalhão Ambiental e, também, de diferentes cursos da Universidade, o Projeto busca reconhecer a importância do Rio Passo Fundo como patrimônio paisagístico, natural, histórico, político e econômico.

Fotos: Ari Machado

Leia Também Projeto Charão inaugura a RPPN Papagaios-de-Altitude Empresa privada deve recolher resíduos de restaurantes em Passo Fundo Danos ambientais da Barragem do Capingui são discutidos no Parlamento Mais de uma tonelada de resíduos retirados do rio Passo Fundo