Convênio permite alavancar Projeto Rio Passo Fundo

Compartilhe
O documento que permite o início oficial das ações desenvolvidas pelo Projeto “Rio Passo Fundo: patrimônio paisagístico, natural, ambiental, histórico-cultural, econômico e político”, realizado pelo Museu de Artes Visuais Ruth Schneider (MAVRS) com o apoio do Museu Histórico Regional (MHR) e do Museu Zoobotânico Augusto Ruschi (Muzar), ligados à Universidade de Passo Fundo (UPF), será assinado nesta terça-feira, na Sala de Reuniões da Reitoria.
O convênio entre a Fundação Universidade de Passo Fundo (FUPF) e a Caixa Federal garante o investimento de R$ 300 mil, provenientes do programa da Caixa Econômica Federal de Apoio ao Patrimônio Cultural Brasileiro 2017/2018. O valor será aplicado em exposições e em expedições e na construção de um banco de dados, os quais, integrados, permitirão que a comunidade tenha acesso e conhecimento sobre todas as informações que compreendem a Bacia Hidrográfica do Rio Passo Fundo.
Com o envolvimento dos 30 municípios pertencentes à Bacia e, ainda, de entidades como o Comitê Rio Passo Fundo, Grupo Ecológico Sentinela dos Pampas, Agenda 21, Projeto Navegar e Batalhão Ambiental e, também, de diferentes cursos da Universidade, o Projeto busca reconhecer a importância do Rio Passo Fundo como patrimônio paisagístico, natural, histórico, político e econômico.

Fotos: Ari Machado

Leia Também UPF adere às fontes renováveis de energia É neste domingo o Outubro Rosa Pet da IMED Barragem do Capingui: avaliada licença de operação do reservatório Rio Passo Fundo: análises indicam Classe 4 para a qualidade da água