Devagar

Postado por: Jéssica Limberger

Compartilhe

Andar devagar e agir com calma parecem incongruentes  com um mundo tão acelerado. Em meio à correria do dia a dia, quais são os momentos que você se permite agir sem pressa? Por muito tempo, venderam-nos a ideia de que quanto mais coisas fizéssemos, mais felizes seríamos. Talvez essa seja uma questão a ser repensada, pois envolver-se em uma infinidade de atividades pode estar nos roubando algo precioso: o nosso tempo e a nossa calma.

Quando falo em agir com calma, também estou falando em pensar com calma: temos o direito de pensar antes de agir. Por exemplo, podemos avaliar a situação antes de termos uma atitude impulsiva e também podemos refletir antes de nos comprometermos com algo. Existem tarefas que são inerentes ao nosso trabalho, mas também existem aquelas que podemos refletir se vale a pena investirmos o nosso tempo e a nossa disponibilidade em realizá-las.

Pensar com calma também tem a ver com fazer escolhas. Necessitamos definir quais são as prioridades na nossa vida, quais atividades iremos executar com? qualidade, percebendo o quanto o nosso tempo é preciso. Quem sabe a felicidade não esteja na quantidade de tarefa que executamos, mas sim no quanto estamos vivendo os nossos sonhos e o nosso projeto de vida.

À medida em que pensarmos com mais calma, nossos comportamentos também vão se direcionando para que a nossa atenção seja voltada para o que estamos fazendo no momento presente. Talvez você esteja se perguntando: é possível ter calma diante de inúmeras tarefas a cumprir?  Acredito que sim, desde que se tenha foco. Ter foco significa concentrar-se e priorizar a atividade que está sendo realizada naquele momento, vivendo o presente. Isso parece simples, mas nem por isso fácil. Quantas vezes os nossos pensamentos e medos sobre o futuro nos impediram de agir e com isso as nossas tarefas só aumentaram?

O foco é um grande aliado de uma vida com calma. Isso não significa que a ansiedade e a preocupação não vão surgir, mas que a maneira de lidar com elas é diferente quando se tem calma: a ansiedade nos impulsiona para seguirmos em frente e nos prepararmos, e a  preocupação pode ser útil para definirmos quais ações iremos tomar.

A vida nos mostra exemplos de como a calma torna nossa vida melhor. Devagar com a comida, devagar com a bebida, devagar com o pé no acelerador. O abraço pode ser melhor se for demorado, o sorriso pode ser melhor sem pressa, brincar com seu filho pode ser melhor quando se tem calma. Além disso, estar atento e sem pressa ao lado do quem amamos pode ser o melhor presente que podemos dar a alguém.

Leia Também A segurança do Não ou a incerteza do Sim O resíduo nosso de cada dia Mandato da comunidade O sonho não acabou