Esperança: a continuidade através das novas gerações

Compartilhe

O caminho que trilhamos hoje é o responsável por conduzir o futuro do Movimento. Nossas ações refletem na formação da concepção de relações que serão estruturadas por crianças que hoje têm seus primeiros contatos com o tradicionalismo. É necessário que tenhamos uma base sólida em que nossa progenitura possa firmar-se.

Luiz Carlos Barbosa Lessa, em sua tese “O Sentido e o Valor do Tradicionalismo”, alertava que precisávamos ter atenção especial às novas gerações. Por consequência do enfraquecimento e em muitos casos o desaparecimento de grupos locais, a criança não tem o contato imediato com a autenticidade social emanada pela tradição. Assim, apenas seguirão nosso caminho se houver uma força que propicie o contato e o mantimento dele para com a cultura.

Transmitindo o legado de patrimônio cultural perpassado por gerações, estaremos doando o mais rico arsenal para que a pessoa se integre à cultura comum. É na realização de pequenos hábitos que a tradição segue seu ciclo, onde pais e filhos se reúnem para sorver o mate, incentivam a preservação dos valores, como o respeito, o sentimento de igualdade e o nativismo.

Quando retemos o conhecimento de onde viemos, a inspiração em personalidades faz com que tenhamos a fibra e a coragem para agir em defesa de nossos direitos e ideais. É através dos caminhos que um homem percorre que podemos conhecê-lo, e de tal maneira possuímos a consciência ao traçar os rumos para tranquear, pois este será o legado a ser deixado para as gerações subsequentes.

Os Centro de Tradições Gaúchas são alimentados pela sabedoria dos que já viveram e a pureza dos corações curiosos no porvir. Alicerçados às experiências dos mais velhos, eles seguem os passos para a construção de seu posicionamento. Que saibamos trilhar o caminho de forma a servir como bom exemplo a estes que virão. No despertar da chama ardente da tradição no peito de cada um, estaremos plantando a semente para garantirmos o futuro. Desta forma também estaremos construindo a estrada para viabilizar mais 50 anos de vida ao Movimento Tradicionalista Gaúcho.

 

Leia Também Preciosa vantagem nas semifinais da Série Prata Ah, se eu tivesse tido oportunidade 29º Domingo do Tempo Comum. Rodízio de Trabalhadores