Plebiscito para privatizar e priorizar

Postado por: Marcel Van Hattem

Compartilhe

Contra a vontade dos partidos de esquerda, o governador José Ivo Sartori está propondo a realização de um plebiscito urgente para que possamos começar contornar o caos das finanças públicas. Seguindo as normas constitucionais, será perguntado para a população gaúcha se autoriza ou não a privatização ou a federalização da CEEE, Sulgás e CRM.

Para que fique claro ao cidadão, que ouve dos próprios responsáveis pela situação falimentar do Estado que o atual governo quer repassar o suposto patrimônio da população à iniciativa privada ou ao governo federal para obter ganhos pessoais futuramente, digo que, por favor, não se deixem levar pela leviandade de quem faz a política do quanto pior, melhor. Nós já estamos vivendo o pior, com a total falta de condições de investimento em segurança, saúde e educação.

Professores e policiais recebem salários parcelados, doentes ficam sem leito e medicamentos, enquanto o governo precisa gastar com empresas públicas que poderiam estar sendo geridas pela iniciativa privada e oferecendo um serviço de melhor qualidade a um preço mais baixo. Apenas para seguir com a concessão do serviço oferecido pela CEEE, o governo deve desembolsar mais de R$ 800 milhões este ano. Como alguém pode ser a favor que tamanha quantia seja investida em uma empresa pública deficitária?

Para interromper gastos desnecessários com operações públicas que não são prioridade, é urgente que façamos a consulta à população o quanto antes. Mas essa pressa parece ser apenas de parte dos políticos.

Outra parte, formada por bravateiros do PT, PSOL e PCdoB, partidos comunistas e socialistas que, quando no poder, não conseguiram resolver nada, pelo contrário, utilizam de táticas lamentáveis para atrasar o processo. Quando o governo quis retirar a necessidade de plebiscito para alienar as empresas, eles exigiam que a população fosse consultada. Quando o governo propõe plebiscito, eles dizem que é preciso esperar o ano que vem. Basta de atrapalhar a vida da população!

 

Leia Também William II Elo passado-presente-futuro Sujeito descansado Maneiras de usar o floral nesse verão 2018