Lago do Parque da Gare recebe limpeza para controle da vegetação

Compartilhe
O Núcleo de Fiscalização Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente realizou nesta quarta-feira uma nova vistoria no lago artificial do Parque da Gare para avaliar a proliferação de algas e plantas aquáticas.
O relatório novamente apontou a necessidade de fazer o manejo de remoção de parte da vegetação. Ambientes de uso público e de convívio social, como é o caso do parque, precisam de um plano de controle e manutenção da vegetação para garantir a qualidade do espaço.
A proliferação da vegetação típica causa um fenômeno natural chamado de eutrofisação da água. Com o processo de eutrofisação, o ambiente aquático passa a sofrer com a baixa de oxigênio, além de oportunizar o desenvolvimento de plantas macrófitas, que em pouco tempo podem tomar o lago.
O serviço foi realizado pela equipe da empresa Via Norte, que também cuida do Rio Passo Fundo e do Arroio Santo Antônio.


Foto: Alex Borgmann

Leia Também RS: nove propriedades desmataram 56 hectares de Mata Atlântica BBIOS apresenta Relatório de Sustentabilidade 2017 Projeto Rio Passo Fundo: educação ambiental em pauta Convidas: entidade busca conservar espécies de animais silvestres