Tem que vir os de fora para valorizar o consumidor de Passo Fundo

Postado por: Ronaldo Rosa

Compartilhe

Redes sociais revelam a ingenuidade das pessoas

É impressionante a quantidade de pessoas que recebem noticiais falsas pelas redes sociais e acreditam ser verdade e pior, não hesitam em repassar para o seu grupo de amigos. São mentiras com relação à política, e nesta área é o que mais tem, com relação à corrupção no futebol, no relacionamento íntimo das pessoas e por aí a fora. Isto também revela que tem muita gente sem nada para fazer, por estar desempregado ou aposentado, mas temos que pensar que uma ação irresponsável com esta pode trazer prejuízo para a vida de muitas pessoas e de uma forma geral em nada contribui para a sociedade. É preciso estar atento, a estas situações, filtrar bem as informações e mesmo que seja verdade, pensar duas vezes, antes de automaticamente repassar.

                                         

A gangorra chamada economia

Com toda a turbulência que passa o nosso país, a nossa economia segue instável. O mês de junho, por exemplo, foi bom para a maioria dos setores, com as vendas em alta e os negócios fluindo. Neste mês de julho, de acordo com o senso popular, foi diferente e houve uma queda e até prejuízo para muitas áreas. Olhando no horizonte, é difícil prever que esta situação mude em curto prazo e que tenhamos estabilidade, pois as notícias ruins, que influenciam diretamente na reação do mercado, se repetem. O povo brasileiro precisa se adaptar, serão uns dias bons e outros nem tanto, no ritmo do sobe e desce da economia.

 

Tem que vir os de fora para valorizar o consumidor de Passo Fundo

O que aconteceu no preço dos combustíveis em Passo Fundo, com a queda de quase um real por litro, revela infelizmente que, se não fosse empreendedores de fora vir para a cidade, os consumidores daqui não teriam sido valorizados e respeitados. Segundo informações, essa rede que veio de Santa Catarina e balançou o setor, vai abrir mais postos na cidade e também uma maior concorrência e os que estão aqui, ganhando muito dinheiro, terão que se “puxar”, para não ficar sem clientes e quebrar.

 

Dizem por aí... Que uma rede de postos, também nova em Passo Fundo e que tem o técnico Felipão, como principal acionista, vai baixar ainda mais o preço dos combustíveis nos próximos dias. Será verdade?

Leia Também Marta e Maria Curiosidades sobre o Fusca Como fica o Congresso após a aprovação da Reforma da Previdência? Com sapato ou sem sapato