Gaúcho: tudo ou nada contra o Internacional

Postado por: Luiz Carlos Carvalho

Compartilhe
Tudo o que queríamos com o Sport Clube Gaúcho aconteceu, se classificando. Tudo o que não queríamos, que era o enfrentamento com o Internacional, também se registrou. Resta enfrentar o leão e buscar a classificação, mesmo sabendo da grande qualidade do adversário pelo Campeonato Estadual da Segunda Divisão.
O adversário do Periquito nas quartas de final é o único invicto da competição. Em 24 partidas, o Internacional teve 22 vitórias e 02 empates. Na segunda fase, ganhou em todos os seus compromissos, graças a um elenco qualificado.
Para o Gaúcho, o resultado de derrota em Três Passos, combinado com a vitória do Grêmio sobre o PRS, resultou na quarta colocação para o alviverde. Pela segunda etapa da competição, o fator local foi muito importante para o time do técnico Diego Moraes, que venceu em Passo Fundo os quatro concorrentes do interior e empatou com o Grêmio, ficando invicto. Porém, fora, foi vencido em todos os confrontos.
Aponta o regulamento que Grêmio e Internacional terão que fazer os confrontos de volta fora de casa a partir das quartas de final. Então, a expectativa que temos é que venha uma atuação praticamente perfeita no primeiro duelo na Morada dos Quero-Queros, a fim de batalhar pela vaga na BSBIOS Arena.
Todos sabem, porém, que não será nada fácil. O Internacional é a melhor equipe da competição e forte candidato ao título. Tem a favor de si o favoritismo. É preciso ser otimista, mas ao mesmo tempo realista, sempre buscando a inspiração da mística da força da camisa do Gaúcho em momentos históricos. É o momento de ser guerreiro e seguir em frente!

Vem, quando se busca a condição otimista à lembrança a disputa das semifinais da Copa RS contra o Internacional em 2004. Naquele ano, o Gaúcho conseguiu o empate de 1x1 fora de casa e conquistou a vitória no Estádio Wolmar Salton por 1x0, com gol de João Pedro. Naquela oportunidade, garantiu vaga na Série C do Campeonato Brasileiro, além de se habilitar a disputar a final gaúcha contra o Esportivo.

FUTSAL: O esporte que sempre encanta os torcedores passo-fundenses voltou a ser a atração das noites de sábado no Ginásio Capingui. A torcida tem comparecido em grande número, jogando junto com o time na Série Prata, graças ao projeto muito bem desenvolvido pela diretoria e conselheiros. Até mesmo, a torcida organizada voltou, com a Força Jovem.
O Passo Fundo Futsal/Fasurgs/Zamil encerra de forma exemplar a sua participação pelo primeiro turno. Na noite do último sábado, em espetáculo empolgante do início ao fim, ganhou de 3x2 da ADCH, da cidade de Salto do Jacuí. 
Na semana que se inicia começa o desafio do returno. Para começar um jogo muito bom e que deve atrair em grande número os torcedores a Guaporé no próximo sábado, diante da AGE.

TRICOLOR E A COPINHA: Esporte Clube Passo Fundo está pré-inscrito na Copinha do segundo semestre. Competição tem 18 clubes no momento relacionados para a participação.

Haverá vagas para a Série D e a Copa do Brasil. Reunião com os clubes ocorreu nesta segunda-feira.
Prazo para confirmação à Federação Gaúcha de Futebol vai até a próxima segunda-feira. Em entrevista ao programa Panorama Geral da Rádio Planalto na tarde desta segunda-feira, o presidente Evandro Zambonatto, disse que a presença do tricolor passará por avaliação interna ao longo desta semana, observando a viabilidade financeira.



Até a próxima!
Sejam felizes, vocês merecem!

Leia Também O Enart, de novo! A importância de ter uma recepcionista/secretária preparada em seu consultório. Feito é melhor que perfeito Transporte coletivo entre boatos e incertezas