Como bater o recorde da maratona de 2 horas

Postado por: Angela Pellicioli

Compartilhe

Em 2014 o queniano Dennis Kimetto quebrou o recorde mundial em Berlim – Alemanha com o tempo de 2 horas 02 minutos e 57 segundos.

Atualmente empresas investiram em atletas destaque para quebrar esse recorde sub 2 horas. Observam que fisiologicamente é quase impossível acontecer, os investimentos em equipamentos, suplementos durante a maratona, aperfeiçoamento da técnica e equipes correr unida pode ser a união dos fatores para o novo recorde.

Entre os quatro itens citados anteriormente, aposto que a terceira opção poderá proporcionar essa quebra em pouco tempo. O ciclismo especializou-se nessa estratégia, onde todos pedalam para ter um campeão. O campeão percorre a prova poupando energia para ter mais velocidade no final da prova.

Por questões culturais e éticas no atletismo não acontece dessa forma, cada atleta corre individualmente e o melhor no dia vence, sei que não podemos de uma hora para outra quebrar essa cultura, quem já corre com seu companheiro junto (cito até em atletas de elite) ou correr para ritmar o colega até determinada distância entenderá que essa estratégia ajudará, desde fisicamente, psicologicamente e hidratação.

Rumos às 2 horas!

Leia Também A ciência como ferramenta para a sabedoria Quebra-molas são permitidos, “em casos especiais” Passo Fundo Futsal/Fasurgs/Zamil: uma grande equipe nos representou em 2017 A Taça Maldita!