Segunda Divisão do RS: um campeonato a ser repensado!

Postado por: Luiz Carlos Carvalho

Compartilhe
Olá, amigos internautas!
Como se esperava, a presença da dupla Gre-Nal, se poderia valorizar na fase inicial o Campeonato Estadual da Segunda Divisão. terminou por sacrificar duas equipes, que adiam o sonho de subir para o Acesso de 2018: Gaúcho e Rio Grande.
Para Internacional e Grêmio, que buscam formar jogadores e dar oportunidade a outros, o título não é o mais importante e sequer podem subir. Agora, para as equipes menores, são muitas esperanças depositadas e quando há o cruzamento na fase de quartas de final a frustração é consequência. Não há como fazer frente à estrutura dos adversários, extremamente qualificadas, e que montam verdadeiras seleções de craques, com olheiros espalhados pelo país. Um jovem para ser titular numa dessas equipes já passou por diversas seleções.
O Gaúcho é um dos times que caem mais cedo. E no ano passado chegou a figurar na decisão, contra o Guarany de Bagé. O sonho de subir fica adiado justamente para o ano do centenário.
O alviverde precisou enfrentar a equipe de melhor campanha, o Internacional, que chega a 26 jogos, com 24 vitórias e 02 empates. Apenas o Grêmio poderá colocar o seu título em risco, por se tratar do maior dos clássicos. Terá que ser reconstruída toda uma caminhada para o representante passo-fundense.
A Federação Gaúcha de Futebol terá que repensar a presença da dupla Gre-Nal. Já foi apresentada até mesmo a proposta de Internacional e Grêmio encerrarem suas participações na segunda fase. Ou, muda-se a fórmula, sem os cruzamentos, que são sinônimo de navegar contra a maré para o futebol do interior.

Copinha com novidades
Falta um marketing para valorizar a competição do segundo semestre dos clubes do interior.  A Copinha não pode ser tratada como uma disputa para fechar o calendário, onde não se sabe nem quem irá jogar. Automaticamente, os torcedores se afastam. Há que se montar um planejamento da competição, apresentando as vantagens desde o início do ano.  
A Federação está colocando à disposição dos clubes as vagas para a Copa do Brasil e Série D. A primeira possibilidade é de que dezoito clubes estão pré-confirmados. Aguardaremos para confirmar os participantes ao longo da semana.

Série Prata
O Passo Fundo Futsal/Fasurgs/Zamil foi derrotado em Guaporé no último sábado. Como se esperava, seria um jogo difícil e que acabou sendo decidido no detalhe. Na cobrança de tiro, a AGE venceu por 5x4.  Se é falta tem que marcar. Por enquanto, estamos esperando a marcação de um tiro livre no Ginásio Capingui. Na temporada 2017 a arbitragem ainda não marcou em nenhum momento a sexta falta. Quando ocorrer, será um grande acontecimento!
No sábado, o time passo-fundense irá receber a Assaf, de Santa Cruz do Sul. Novamente, a presença dos torcedores em grande número será fundamental para a retomada do caminho das vitórias. O início será às 19h.

Livro
Ocorreu na última sexta-feira o lançamento da obra "96 anos de Paixão", contando a história do Grêmio Esportivo e Recreativo 14 de Julho, de Passo Fundo. Um jantar com grande participação foi realizado, integrando antigos torcedores, jogadores e familiares de quem fez a vida do clube.  Trata-se de um trabalho de pesquisa de três anos do professor Carlos Alberto Romero. Todas as publicações que contam a história do esporte passo-fundense são interessantes. O livro está à venda no Colégio Gama e com os integrantes da Associação dos Torcedores. O primeiro exemplar, dentro da amizade dos clubes, foi presenteado por Romero ao presidente do Sport Clube Gaúcho, Gilmar Rosso.

Até a próxima!
Sejam felizes, vocês merecem!

Leia Também O Enart, de novo! A importância de ter uma recepcionista/secretária preparada em seu consultório. Feito é melhor que perfeito Transporte coletivo entre boatos e incertezas