Projeto de Educação Financeira na rede municipal de Casca

Postado por: Josué Longo

Compartilhe

Olá amigos! Nesta semana, compartilho com vocês a iniciativa do Vereador de Casca, Wagner Miranda que, através de um projeto de lei, conseguiu aprovar um programa de Educação Financeira na rede municipal de ensino. E o surpreendente é que a iniciativa não ficou só no papel, a Secretaria Municipal de Educação já colocou em funcionamento e o projeto piloto está acontecendo na Escola Municipal de Ensino Fundamental Homero Lima.

No Brasil, temos hoje aproximadamente 600 escolas que oferecem educação financeira, o que é pouco para um país com mais de 40 milhões de alunos. Em geral, a dificuldade maior não é aprovar a lei, mas sim, colocá-la em prática. Esse tem sido o grande desafio.

Vivemos numa sociedade onde o equilíbrio financeiro é fundamental, tanto no planejamento do futuro, como para o conforto presente, comenta o Vereador Wagner na defesa do seu projeto. Existem muitas facilidades para a obtenção de crédito. Alguns podem até ser obtidos com agilidade nos caixas eletrônicos dos bancos, como é o caso do crédito consignado. O problema é que, no intuito de realizar novos empreendimentos ou projetos pessoais, algumas pessoas de forma impulsiva e sem medir as consequências em longo prazo se endividam e entram na popularmente chamada “bola de neve”. Geram dívidas que, somadas aos juros sob juros crescem com o tempo, ao invés de diminuírem.

E é nesse sentido que o projeto de Educação Financeira se torna tão importante. Além de proporcionar a formação de futuros adultos mais conscientes, possibilita que esse aprendizado faça parte do dia a dia das famílias. As crianças levam para casa os conhecimentos adquiridos na escola e assim, podem ajudar na mudança de maus hábitos familiares. Seja em uma ida ao mercado ou em um passeio no shopping, os alunos podem ajudar seus pais a escolherem produtos com descontos, priorizarem a compra do que realmente é necessário à família e assim, contribuir para a criação do hábito do planejamento financeiro. Não gastar mais do que ganha e aprender a poupar, ajudam a manter as finanças saudáveis.

VOCÊ SABIA?

No mundo, mais de 50 países criaram estratégias nacionais de educação financeira.

 

Leia Também 11º Domingo do Tempo Comum. Programa Sustentabilidade Ambiental Empresarial será lançado pela ACISA Cuidado com o crime digital As pequenas ações