Lançada a Expointer 2017

Compartilhe

"O campo cria o futuro" é o tema da Expointer 2017, que acontece de 26 de agosto a 3 de setembro, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio. O lançamento da feira ocorreu no Theatro São Pedro, na manhã desta quinta-feira (10). O destaque deste ano é a comemoração das 40 edições de um dos maiores palcos da agropecuária na América Latina.

A celebração teve a apresentação do humorista Jair Kobe, o Guri de Uruguaiana, da Orquestra de Câmara do teatro e do CTG Rancho da Saudade. Vídeos contaram a história da feira e de quem fez a Expointer chegar a ser o que é hoje. Os cantores gaúchos Elton Saldanha, Daniel Torres e Erlon Péricles interpretaram a música tema dessa edição, “40 anos de História”.

“A cada edição da Expointer, celebramos a força do campo e dos nossos produtores, que mantêm seu dinamismo mesmo diante das dificuldades e seguem mostrando ao mundo o que há de melhor na agricultura e na pecuária do Rio Grande do Sul”, disse o governador José Ivo Sartori.

Participaram do evento o prefeito de Esteio, Leonardo Pascoal, deputados, secretários de Estado e dirigentes das entidades promotoras da 40ª Expointer: o presidente do Simers, Cláudio Bier; o diretor da Farsul, Francisco Schardong; o presidente da Fetag, Carlos Joel da Silva; o presidente da Febrac, Eduardo Finco; o presidente da Ocergs, Vergilio Périus; e o presidente da ABCC, Eduardo Sune.

Expointer 2017

Para a 40ª edição da Expointer, a expectativa dos organizadores é repetir os números de 2016, quando o volume de negócios chegou a R$ 1,92 bilhão. “Pelo cenário que estamos vivendo, se conseguirmos repetir o volume de negócios já é um bom resultado. É claro que a gente sempre busca mais, o desejo é esse. E se analisarmos as feiras que já aconteceram este ano, verificasse uma pequena recuperação”, afirmou o secretário Ernani Polo.

Além dos negócios, Polo destacou que a Expointer é o espaço onde ocorre o encontro da cidade com o campo e “é uma oportunidade para o produtor adquirir conhecimento nos painéis, seminários e encontros técnicos”.

No ano passado, a venda de máquinas cresceu 12,95% em relação a 2015. As propostas e os negócios fechados durante a feira somaram R$ 1,9 bilhão. A comercialização de animais totalizou R$ 11,77 milhões.


Créditos: Dani Barcellos/Palácio Piratini

Leia Também RS entre os estados com maior uso de sementes piratas RS formaliza pedido de auditoria para certificado de zona livre de aftosa sem vacinação Apassul contesta o comércio de sementes piratas Tarde de Campo na Coasa dia 10 de outubro