O fenômeno do crescimento das Igrejas

Postado por: Ronaldo Rosa

Compartilhe

População deve ficar atenta para mudanças importantes na legislação

O Brasil passa por um momento de turbulência, em virtude, principalmente, da crise política. É um turbilhão de informações e coisas que estão acontecendo e muitas delas, que farão grande diferença no futuro, estão passando ao largo de grande parte da população, por isso faço este alerta. Alteração na lei eleitoral, que ainda depende de votação no Congresso, mas que será decisiva para a escolha dos próximos representantes da sociedade, a reforma trabalhista, já aprovada, que tem coisas boas, mas também tem perdas, se comparada com a legislação que até então estava em vigor, a reforma da previdência, esta sim mexe com as futuras gerações de trabalhadores. Sempre quem passa uma informação, passa a partir do seu ponto de vista, então cabe à população ficar alerta, filtrar as opiniões e buscar saber como realmente irá ficar e não ir atrás de ideologias partidárias ou interesses que no fundo visam apenas tomar o poder.

 

O fenômeno do crescimento das Igrejas

Tenho acompanhado e até participado da inauguração de muitas Igrejas em Passo Fundo. Estamos vivendo um fenômeno no campo espiritual, onde as pessoas estão se dando conta de que cuidar desta parte também é fundamental para a sua sobrevivência. Muitas pessoas que até então só tinham olhos para o mundo, para as coisas matérias, estão buscando a Deus e isso é algo que deve ser louvado. Fico feliz em ver Igrejas crescendo, atraindo mais pessoas, pois tenho certeza que quanto mais Igrejas tivermos, também teremos mais pessoas trabalhando pela paz, pela solidariedade e pelo amor ao próximo.  

 

Dependência química tem solução

O programa Frente e Verso, de sábado, pela Rádio Planalto, tratou de um tema de suma importância que é a dependência de drogas e de como se livrar deste vício maldito. A rede pública oferece possibilidades para todo aquele que queira realmente se recuperar, porém como foi reafirmado pelos convidados, o primeiro passo é a pessoa querer e ter o apoio da família, que infelizmente, muitas vezes, prefere esconder o problema, por vergonha. Claro que ninguém deve se orgulhar de ter um drogado dentro de casa, entretanto o problema afeta a família e, portanto requer a participação de todos. A saída é aliar o tratamento de saúde, com a prevenção e o tratamento espiritual. Passo Fundo conta com excelentes Casas Terapêuticas, que estão salvando muita gente deste mal, basta procurar socorro e pedir ajuda, pois os tratamentos são bem acessíveis. Além disso, é preciso sim um trabalho mais intenso no combate ao tráfico de drogas, com prisões de traficantes e apreensão de drogas, uma coisa depende da outra para os resultados serem positivos.

 

Dizem por aí... Que cresce o público que frequenta Igrejas, em Passo Fundo e consequentemente diminui nos bares e boates. Será verdade?

 

Leia Também Linda ou ridícula? Muito obrigado Dom Urbano! O respeito à propriedade alheia CNBB: qual a nossa missão?