Escute o que o outro realmente quer dizer!

Postado por: Vania Carteli

Compartilhe

Será que somos bons ouvintes?  Um bom comunicador tenta primeiramente ser um bom ouvinte. Quando as pessoas se expressam verbalmente, elas em geral querem provas de pelo menos duas coisas: de que haviam sido escutadas e haviam sido compreendidas. Fico me perguntando será que sou uma boa ouvinte e tenho uma escuta ativa para compreender o outro?

Quando escutamos de fato, questionamos de forma suficiente, mostramos consideração e gratificação, normalmente conseguimos chegar ao entendimento e auxiliar como ouvinte.

Alguns passos para uma escuta eficaz:

Primeiro passo: para saber se alguém está te ouvindo e  entendendo,  devemos prestar atenção pelo modo como olha, como balança a cabeça afirmativamente e como emite som que esta demonstrando que está compreendendo o que o outro está falando.

Segundo passo: Comece a repetir o que já foi dito para a outra pessoa ter certeza que você estava ouvindo, use de algumas palavras que ela verbalizou e numa mensagem clara repita para ela ter certeza de que você está prestando atenção.

Terceiro passo: você começa a reunir informações sobre o sentido do que esta sendo comunicado, faça algumas perguntas abertas que permita descobrir porque a pessoa está dificultando ou qual o real situação apontada. Mostre-se curioso o suficiente para saber mais sobre o situação, assim conseguira maiores informações e poderá fazer perguntas poderosas e esclarecedoras.

Quarto passo: Resuma o que você escutou isto permite que se assegure de que você e a pessoa estão no mesmo ponto. Quando você faz isso, duas coisas acontecem. Primeiro se você perdeu alguma coisa da conversa, o outro pode lembrar-se dos detalhes. Em segundo lugar, você demonstra mais uma vez que esta fazendo um grande esforço para entender totalmente o que foi verbalizado o que aumenta suas chances de ganhar a cooperação da pessoa em questão.

Quinto passo: Antes de finalizar, confirme se a pessoa se sente satisfeita por seu problema ter sido apresentado, pergunte se existe mais algum ponto que ela queira discutir.

Portanto quando duas ou mais pessoas querem ser ouvidas e ninguém quer escutar, é inevitável uma discussão. Escute e entenda realmente o que o outro quer dizer, isso abrirá as portas da mente da pessoas para minimizar situações conflitantes.Escute o que o outro realmente quer dizer!

Será que somos bons ouvintes?  Um bom comunicador tenta primeiramente ser um bom ouvinte. Quando as pessoas se expressam verbalmente, elas em geral querem provas de pelo menos duas coisas: de que haviam sido escutadas e haviam sido compreendidas. Fico me perguntando será que sou uma boa ouvinte e tenho uma escuta ativa para compreender o outro?

Quando escutamos de fato, questionamos de forma suficiente, mostramos consideração e gratificação, normalmente conseguimos chegar ao entendimento e auxiliar como ouvinte.

Alguns passos para uma escuta eficaz:

Primeiro passo: para saber se alguém está te ouvindo e  entendendo,  devemos prestar atenção pelo modo como olha, como balança a cabeça afirmativamente e como emite som que esta demonstrando que está compreendendo o que o outro está falando.

Segundo passo: Comece a repetir o que já foi dito para a outra pessoa ter certeza que você estava ouvindo, use de algumas palavras que ela verbalizou e numa mensagem clara repita para ela ter certeza de que você está prestando atenção.

Terceiro passo: você começa a reunir informações sobre o sentido do que esta sendo comunicado, faça algumas perguntas abertas que permita descobrir porque a pessoa está dificultando ou qual o real situação apontada. Mostre-se curioso o suficiente para saber mais sobre o situação, assim conseguira maiores informações e poderá fazer perguntas poderosas e esclarecedoras.

Quarto passo: Resuma o que você escutou isto permite que se assegure de que você e a pessoa estão no mesmo ponto. Quando você faz isso, duas coisas acontecem. Primeiro se você perdeu alguma coisa da conversa, o outro pode lembrar-se dos detalhes. Em segundo lugar, você demonstra mais uma vez que esta fazendo um grande esforço para entender totalmente o que foi verbalizado o que aumenta suas chances de ganhar a cooperação da pessoa em questão.

Quinto passo: Antes de finalizar, confirme se a pessoa se sente satisfeita por seu problema ter sido apresentado, pergunte se existe mais algum ponto que ela queira discutir.

Portanto quando duas ou mais pessoas querem ser ouvidas e ninguém quer escutar, é inevitável uma discussão. Escute e entenda realmente o que o outro quer dizer, isso abrirá as portas da mente da pessoas para minimizar situações conflitantes.

Leia Também A subjetividade na perspectiva rizomática Cenário social x talentos do futebol Três gols de bola aérea: onde está o problema? A crônica de uma sentença anunciada