Bolsonaro e a esquerda

Postado por: Dilerman Zanchet

Compartilhe

A fúria avassaladora da esquerda brasileira em relação à Jair Bolsonaro, ainda que este seja candidato a candidato à Presidente da República tem várias formas de entendimento.

Sem fazer apreciação ao candidato, porém também rechaçando as hipóteses, para não cair na vala comum dos contrários à sua eleição, faço algumas constatações acerca do assunto.

Bolsonaro foi muito comentado nesta semana, a favor e contra, pelo fato de ter sido jugado culpado no caso com a Maria do Rosário. Claro: para a esquerda, um aliciador, que promoveu a cultura do estupro, a desvalorização da mulher, o desrespeito, etc. Os mesmos que o condenam e o escorraçam, no entanto, engoliram e nada, absolutamente nada disseram sobre a declaração de Lula flagrada em conversa telefônica: sobre o g... das mulheres.

Entendo que falhou aqui, falhou acolá. Como não tenho político de estimação, desaprovo os dois. E com a coragem de condenar os dois pelas baixarias.

Ainda: Bolsonaro sobe nas pesquisas a cada “porrada” que leva da esquerda. Quanto mais batem, mais cresce. Parecido com pão caseiro.

A esquerda o trata como homofóbico, mas foi um deputado ex BBB quem disparou-lhe uma cusparada, na votação do impeachment. E o tal de Jean, que não tem palavra mesmo, disse que iria para Cuba e não foi. Ao que me consta, deveria habitar um certo apartamento de Porto Alegre, onde o acolheram para um título de herói gaúcho. Piada de muito mau gosto da Assembleia legislativa.

Continuando: Bolsonaro é acusado de homofobia, de ser a favor da liberação do porte de armas, a favor da polícia em detrimento dos bandidos, a favor de condenar os que estão à margem da Lei. Quem acusa são seus algozes. Será que o homem é tudo isso e ninguém o prende?

Para delírio daquela pessoa: Bolsonaro não aceitou dinheiro do partido quando soube que era dinheiro sujo. Os da esquerda estão mais enrolados que novelo de lã da vovó. Porém, é comparado ao presidente americano e etc.

Há, sim: Bolsonaro endeusou o General Ustra. Uma grande parcela da população também o fez. O crime de Ustra Ter sido milico no regime militar e não aceitar o comunismo que a esquerda da época, capitaneados pela presidente impedida e seus asseclas. Há quem os defenda.

Bolsonaro levou uma ovada de uma mulher. Ela é filiada ao PCdoB. Isso pode!

Bolsonaro é um demônio para a esquerda. Um calo sempre dói.

Lula é um mito. Para esta mesma esquerda, que não vê as provas contundentes que o levarão para a cadeia.

Há, já sei: Vão me taxar de fascista. Não o sou. Repito: Não tenho político de estimação, não bebo na orelha de nenhum deles e lugar de bandido é na cadeia.

E um recado: não tolero ofensas, pois isso não é campanha nem pró nem contra Bolsonaro. São só análises. Quem pariu que amamente.

Leia Também Empresa de turismo obtém isenção de ISS Viver em comunidade 1º Volks Passo Fundo Shopping Cultura africana!