Transtorno de Personalidade Borderline

Postado por: Caroline Garcia Silva

Compartilhe

É um conjunto de comportamentos composto por grande instabilidade emocional e reações catastróficas a qualquer rompimento emocional ou sensação de abandono.

O Transtorno de Personalidade Borderline apresenta sintomas como: medo de abandono, necessidade agonizante de nunca se sentirem sozinhas, rejeitadas ou sem apoio; dificuldade de administrar emoções; impulsividade; instabilidade de humor; comportamento autodestrutivo; tentativas de suicídio, mais impulsivas do que planejadas; mudanças profissionais e de amizade; rapidamente desenvolvem admiração e desencanto por alguém; alta sensibilidade à rejeição.

As causas para o transtorno podem estar relacionadas a vivências traumáticas na infância, como por exemplo abuso psicológico, sexual, negligência, terror psicológico, físico, separação dos pais, orfandade; vulnerabilidade individual; estresse. Geralmente o transtorno começa no final da adolescência e início da vida adulta.

O tratamento do Transtorno de Personalidade Borderline está na integração de medicamentos (estabilizadores de humor, antidepressivos e tranquilizantes, dependendo de cada pessoa e também de cada momento que ela esteja vivendo) e psicoterapia (o que acontece na “vida real” acontece dentro do consultório, como instabilidade, alternância de amor e ódio, idealização e desapontamento com o terapeuta, sedução, impulsividade e tantos outros comportamentos.

 

Leia Também Falecimento de titular de firma individual causa a extinção da execução fiscal Treinamento psicológico e o efeito no grupo A ciência como ferramenta para a sabedoria Quebra-molas são permitidos, “em casos especiais”