A difícil situação dos vigilantes do município

Postado por: Ronaldo Rosa

Compartilhe

Quero aqui me solidarizar com os servidores do município, que realizam o seu trabalho no cargo de vigilante, em praças, parques e escolas de Passo Fundo, pois hoje, em consequência da falta de investimentos no trabalho da categoria ao longo de muitos anos, estão completamente fragilizados. Os vigilantes precisam, por exemplo, de algo que considero básico que é um uniforme que o identifique, o diferencie das demais pessoas que estão nos espaços públicos, até por uma questão de respeito, profissionalismo e qualificação dos serviços. Neste ponto é um investimento que a Secretaria de Segurança atual pode fazer, sem maiores problemas, basta ter esse entendimento e vontade. Outra ferramenta que defendo para os vigilantes, já que não podem trabalhar armados, que tenham pelo menos um cassetete ou bastão, para, se for necessário utilizar, como objeto de trabalho, para se impor e disciplinar algumas pessoas que não sabem viver em sociedade. O que tem de jovens fumando maconha nas praças e parques e ainda desaforando os vigilantes, não obedecem, não dão bola e hoje o vigilante só tem a possibilidade de sair no braço com o delinquente. Claro que num caso mais extremo, pode ser chamada a BM, mas até o polícia chegar, na maioria dos casos, é tarde.

 

Avança o projeto do presídio feminino

A Secretaria do Meio Ambiente liberou nesta semana as ultimas autorizações ambientais que faltavam para que Passo Fundo possa ter uma Penitenciária Pública Feminina. A parte técnica da Susepe atendeu todos os requisitos e por isso, através da coordenação do delegado penitenciário, Rosalvaro Portela, está de parabéns pela competência. Um presídio feminino trará reflexos importantes na área de segurança pública e para o sistema. Hoje as mulheres “guardadas” no presídio regional, estão sujeitas a todas as demais situações pertinentes aos presos masculinos, à separação é o início de um cenário mais tranquilo para as apenadas, familiares, servidores e população em geral.

 

Collor de novo?

A notícia de que o ex-presidente Fernando Collor está sendo denunciado novamente por corrupção, mostra como o nosso país está desmoralizado. O homem teve que abrir mão do cargo de presidente da república, para não ser cassado e mesmo assim o povo o colocou no Senado. É uma vergonha o que fizemos como eleitores, elegendo este tipo de gente e depois ainda queremos nos achar no direito de criticar a política e outros exemplos de pessoas que não merecem representar o povo temos no Estado e aqui em Passo Fundo e olha que não precisa muito esforço para enxergar.

 

Dizem por aí... Que para mudar a política basta o povo parar de votar em corruptos, ladrões, traficantes e quadrilheiros. Será verdade? 

Leia Também Mentira desmascarada Linda ou ridícula? Muito obrigado Dom Urbano! O respeito à propriedade alheia