Antes de serem mortos, jovens são obrigados a cavar suas covas

Compartilhe

Na manhã dessa segunda-feira, 28, a Polícia Civil de Gravataí (RS) encontrou um corpo carbonizado em um matagal. As identidades ainda não foram confirmadas.  A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da cidade informam que as pessoas que foram mortas são as mesmas que aparecem em vídeos que estão circulando em grupos de WhatsApp.

Sobre os vídeos:

Nas primeiras imagens, uma das vítimas aparece cavando uma cova e o outro homem na mira dos indivíduos, onde são ameaçados. No segundo vídeo, os dois jovens são colocados na cova, são executados e tem seus corpos queimados.

Já no começo da noite, no loteamento Xará, no bairro onde os corpos foram localizados, a Brigada Militar prendeu dois homens, que são suspeitos de terem participado do crime. 

Leia Também Brigada prende suspeitos de roubo na Petrópolis Chega a 143 o número de detentos foragidos neste ano no RS PRF apreende 50 quilos de cocaína e crack na BR-386 Flagrante resulta em apreensão de ecstasy