Expointer: UPF entre os expoentes do agronegócio

Compartilhe


A excelência em ensino, pesquisa, extensão e inovação tecnológica tornam a Universidade de Passo Fundo (UPF) referência em ensino superior em todas as áreas do conhecimento. No entanto, foi na área das ciências agrárias e do agronegócio que a UPF foi reconhecida na noite dessa terça-feira, dia 29 de agosto, com o prêmio “Destaques A Granja do Ano 2017”, na categoria Instituição de Ensino, honraria concedida pela Revista A Granja aos expoentes do agronegócio. 

A UPF foi reconhecida junto a outras 29 empresas do setor agroindustrial em um evento realizado na Expointer, em Esteio, no auditório da Farsul, em solenidade que reuniu autoridades e convidados. O reitor da UPF José Carlos Carles de Souza prestigiou a premiação e recebeu com satisfação o troféu. “Com muita alegria, pelo segundo ano consecutivo, a UPF é escolhida na premiação da Revista A Granja como a Instituição de Ensino Superior com protagonismo na área do agronegócio. É uma honra muito grande poder estar aqui representando a nossa Instituição, os nossos professores e alunos nesse momento festivo, em que a Universidade é reconhecida como uma instituição que oferece qualidade no ensino da área do agronegócio” disse.

Para ele, tanto a qualificação do corpo docente, quanto a dedicação dos alunos e também a infraestrutura que a Universidade disponibiliza a todos que atuam na área da Agronomia e da Medicina Veterinária, são fatores que diferenciam a UPF e a levam a receber reconhecimentos como o “Destaques A Granja do Ano 2017”.

O reitor que esteve no evento acompanhado pelo coordenador do curso de Medicina Veterinária Eraldo Zanella e pelo professor do curso Ricardo Zanella. Para Zanella, a premiação é reflexo da qualidade de ensino. “É um reconhecimento do esforço de toda a comunidade acadêmica das agrárias e da UPF como um todo em levar ensino, pesquisa e principalmente extensão ao campo. A base forte no ensino reflete no número de egressos que hoje estão exercendo atividades por todo o Brasil, que lembram da UPF como sendo referencial. Isso nos enche de orgulho de pertencer a essa Instituição de ensino voltada para as ciências agrárias”, apontou o coordenador do curso.

 

Expoentes do agronegócio

Além da UPF, outras empresas da região foram reconhecidas, como a Jacto – na categoria Pulverizadores e a Jan – na categoria Graneleiros. Dentre as trinta empresas, também figuraram entre os premiados grandes companhias, como Massey Ferguson, John Deere, Dupont Pioneer, Yara, Ford, C.Vale, Coamo, Kepler Weber, Miolo Wine Group,  Bradesco e Banco do Brasil.

A escolha dos protagonistas do agronegócio se deu por meio de uma pesquisa livre e espontânea realizada junto aos leitores da Revista A Granja, que apontaram profissionais, instituições, entidades e empresas mais destacadas em trinta categorias do agronegócio ou relacionadas diretamente com o setor. Essa é a 32ª edição do prêmio, promovido pela A Granja desde 1986, no entanto, a categoria Instituição de Ensino foi criada em 2015.

A Granja é a revista mais antiga em circulação no Brasil em todos os segmentos, com 72 anos, conforme o diretor executivo, Eduardo Hoffmann. Para ele, o “Destaques A Granja do Ano” é o prêmio mais tradicional do agronegócio brasileiro. “São 32 edições com agraciados de todo o Brasil, uma festa muito tradicional na Expointer. É um prêmio diferenciado e quem recebe essa distinção são os melhores em cada segmento”, pontua, explicando que a UPF, assim como todos os outros vencedores são escolhidos pelo voto dos leitores e assinantes. “É um voto direto feito por uma cédula encartada na revista ou via internet. A UPF foi a mais votada e recebe a premiação pelo segundo ano consecutivo”, reiterou o diretor.

 

Foto: Gelsoli Casagrande

Leia Também IBGE estima queda de 8,9% na safra de grãos em 2018 Município adquire 320 toneladas de calcário FETAG cobra políticas compensatórias frente ao Mercosul Grupo invade fazendas e destrói sistema de irrigação no oeste da Bahia