Expointer: Agricultura Familiar bate recorde de vendas

Compartilhe

A agricultura familiar foi um dos principais destaques da 40a Expointer. Com volume de vendas 40% superior à edição passada, a 19a Feira da Agricultura Familiar totalizou R$ 2,851 comercializados nesta edição, contra R$ 2,033 milhões em 2016. Os números foram apresentados neste domingo pelo governador José Ivo Sartori em coletiva de imprensa de encerramento da feira. Em valores gerais, a 40a Expointer alcançou R$ 2 bilhões, crescimento de 5,8% em relação a 2016.

Para o secretário do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, há uma série de razões que explicam o avanço significativo da agricultura familiar. “Além de uma semana inteira de tempo bom, a melhoria contínua dos produtos da agricultura familiar, a grande diversidade e, principalmente e o reconhecimento da sociedade para a segurança alimentar encontrada nos produtos coloniais contribuíram para este resultado que superou todas as expectativas”, analisou.

A variedade nas bancas, que expuseram mais de 200 produtos diferentes, com várias inovações e novos sabores, além de uma área especial para a produção orgânica foram outros pontos ressaltados por Minetto. Conforme o secretário, a evolução das agroindústrias familiares decorre da iniciativa dos empreendedores rurais e também do trabalho do governo do Estado para orientar a formalização das agroindústrias, estimular o empreendedorismo rural e promover a melhor gestão sustentável das propriedades. “A agroindústria também contribui para evitar o êxodo rural, pois os jovens veem na agroindustrialização uma forma de ter boa qualidade de vida no campo”, analisou Minetto.

Novo pavilhão

Questionado sobre a construção de um segundo pavilhão para a agroindústria familiar, o governador Sartori reconheceu que a evolução do segmento. “Este ano, a agricultura familiar deu um salto muito interessante. Acredito que, até o final do ano, teremos novidades para o novo pavilhão", afirmou. “O Estado, assim como a Expointer, também está fazendo a sua travessia. Fazemos o que pudemos, não é tudo aquilo que queríamos fazer, mas o que a gente pode”, completou.

Ao longo da Expointer, em solenidade na Casa de Governo na Expointer, o governador Sartori certificou a milésima agroindústria legalizada pelo programa Estadual de Agroindústria Familiar (Peaf). A SDR promoveu o concurso de produtos, no qual especialistas de universidades, pesquisadores e jornalistas elegeram os melhores em 10 categorias.

Ao longo dos nove dias da feira, o Pavilhão da Agricultura Familiar apresentou o trabalho de 1.340 famílias, oriundas de 118 municípios gaúchos, em forma de queijos, embutidos, vinhos, sucos, artesanato indígena, plantas e flores. O espaço valorizou as agroindústrias gaúchas incluídas no Programa Estadual de Agroindústria Familiar (Peaf), coordenado pela SDR em parceria com a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead/), vinculada à Casa Civil da Presidência da República, a conveniada Emater/RS, Fetag, Fetraf/RS e Via Campesina.

Os visitantes puderam degustar produtos e apreciar as novidades dos empreendimentos familiares em 198 espaços (145 agroindústrias familiares, 47 expositores de artesanato rural e indígena, plantas e flores e seis empreendimentos do Estado de Minas Gerais), além de quatro cozinhas.

- - - 

Fonte: Itamar Pelizzaro - Assessoria de Comunicação SDR

Leia Também IBGE estima queda de 8,9% na safra de grãos em 2018 Município adquire 320 toneladas de calcário FETAG cobra políticas compensatórias frente ao Mercosul Grupo invade fazendas e destrói sistema de irrigação no oeste da Bahia