Setembro Amarelo: tempo de mobilização

Compartilhe

A abordagem do tema suicídio na sociedade ainda é envolta por diversos tabus, mesmo que o assunto seja considerado um grande problema de saúde pública no Brasil. Com uma estimativa de 1 suicídio a cada 45 minutos, o Brasil ocupa a oitava posição no ranking de países com maior incidência de suicídio.

 Esclarecer os mitos e verdades sobre o assunto e conscientizar a população sobre as formas de prevenção e atenção ao tema são os objetivos da Campanha Setembro Amarelo, que mobiliza a comunidade passo-fundense e convida a sociedade a debater o assunto.

A rede de acolhimento da pessoa com comportamento suicida foi discutida em uma capacitação realizada no Hospital da Cidade, na tarde de segunda-feira (11/09). Profissionais e acadêmicos da área da saúde participaram do evento, que foi ministrado pela professora do Curso de Psicologia da IMED, Susana König Luz e alertou sobre o diagnóstico e encaminhamento profissional correto. A atividade integrou a programação da Campanha Setembro Amarelo realizada pelo Hospital Psiquiátrico Bezerra de Menezes e Hospital da Cidade em parceria com a IMED, UFFS e Prefeitura de Passo Fundo.

No último domingo (10/09), uma ação realizada no Parque da Gare mobilizou a comunidade através de ações de orientações, dinâmicas de interação e shows de bandas. A próxima atividade da campanha está programada para o dia 25 de setembro, no Auditório Central da IMED. Toda a comunidade está convidada a participar da mesa-redonda que abordará a importância da psicoterapia e os principais cuidados com os pacientes após a tentativa de suicídio, além do Protocolo de Atendimento Hospitalar do Hospital Psiquiátrico Bezerra de Menezes. O evento terá, ainda, a participação da coordenadora e voluntária do Centro de Valorização da Vida (CVV) de Chapecó/SC, Ozana Simon Rubas, que apresentará o acolhimento realizado através do centro.

 

Onde buscar ajuda em Passo Fundo

 

Em Passo Fundo, os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) integram a rede de acolhimento. O CAPS II pode ser contatado pelo telefone 3314 5276 e o CAPS AD Vida através do telefone 3314 7721.


Créditos: Natiele Batistela (HC)

Leia Também Hemocentro de Passo Fundo convoca doadores de sangue HSV promove Mateada da Prematuridade neste domingo Hospital da Cidade presente no HEMO 2017 Ações do Cluster em Saúde são debatidas